Publicidades

23/08/2019 | 08:19 | Polícia

Homem é preso por suspeita de tentar matar mulher e simular assalto em Taquara

Mulher foi baleada, mas sobreviveu e contou à polícia que marido disparou contra ela, conforme delegada que atendeu o caso. Homem levou mulher ao hospital informando ter sido vítima de um assalto

Suspeito parou o carro na estrada, alegando problemas técnicos, mas passou a disparar contra a vítima em Taquara ? Divulgação/Brigada Militar


Um homem de 61 anos foi preso em flagrante nesta quinta-feira (22), por suspeita de tentar matar a esposa e simular um assalto, em Taquara, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A própria vítima, que sobreviveu, contou à polícia que o marido tentou assassiná-la a tiros. A mulher, de 60 anos, atua na Câmara de Vereadores do município.


Conforme a delegada que investiga o caso, Rosane de Oliveira, o casal voltava de Porto Alegre em direção a Taquara, quando o homem parou o carro, na ERS-020, alegando problemas mecânicos.


Ele desceu e, indo até a janela onde estava a mulher, passou a disparar contra ela através do vidro. Usou uma luva para isso, disse a vítima. Conforme a delegada, foram entre seis e sete disparos. A vítima foi atingida na perna, no ombro e no peito.


Ao retornar ao veículo, percebeu que a mulher ainda estava viva e tentou asfixiá-la, de acordo com a delegada. Ele seguiu dirigindo até a cidade de Igrejinha. A polícia relata que a vítima resolveu fingir ter morrido.


De volta a Taquara, o suspeito levou a vítima até o Hospital Bom Jesus. Ao ser atendida, a mulher narrou o acontecimento aos médicos, que chamaram a polícia. Os agentes gravaram o relato de Marilene, que foi levada em estado grave para o Hospital de Pronto Socorro de Canoas.


O marido disse aos policiais que havia sofrido uma tentativa de assalto, em que criminosos teriam disparado contra o carro, e ele, conseguido fugir. Conforme a delegada, ele não quis prestar depoimento.


A delegada observa que veículo é novo e de baixa quilometragem, e assim dificilmente daria problema. A arma ainda não tinha sido encontrada até a noite de quinta, e o carro foi encaminhado para perícia.

Fonte: G1

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer