Publicidades

12/12/2019 | 05:24 | Educação | Três de Maio

Consumidor deve gastar mais nas compras de fim de ano, aponta pesquisa da Setrem

Pesquisa foi realizada pelos acadêmicos do 6º semestre do curso superior de Administração, em 11 municípios da região

SETREM/divulgação


O consumidor deve gastar mais nas compras deste fim de ano. É o que aponta a pesquisa de intenção de compras realizada pelos acadêmicos do curso superior de Administração da Setrem. Comparada a pesquisa do ano passado, deve haver um aumento de 5% a 13% nos valores, dependendo do município.



A pesquisa foi realizada pelos acadêmicos do sexto semestre, durante o componente curricular de Prática Profissional III, entre os dias 16 de outubro e 5 de novembro. Foram ouvidas 1485 pessoas de 11 municípios: Alegria, Boa Vista do Buricá, Crissiumal, Giruá, Horizontina, Independência, Nova Candelária, Santa Rosa, São José do Inhacorá, Três de Maio e São Martinho. O grau de confiança é de 90% e a margem de erro é de 7%.



A maioria dos consumidores pretende gastar de R$ 101,00 a R$ 200,00 com itens de bazar (cama, mesa e banho) e roupas. “Mesmo sendo os mais indicados, a escolha por estes itens deve diminuir este ano, na comparação com 2018, havendo um aumento de produtos do tipo chocolates e bebidas”, observa o professor e coordenador da pesquisa, Jesildo Lima.



A origem dos valores também chamou a atenção na pesquisa. Se no ano passado o consumidor tirou dinheiro de aplicações e reservas, este ano as compras serão feitas com remuneração periódica, como os salários. Além disso, conforme a pesquisa, a maioria das compras será à vista. O uso dos cartões de crédito e débito também continuam crescendo na opção de formas de pagamento.



Lima destaca, ainda, o aumento do número de consumidores que citou a internet como principal meio de comunicação das ofertas, promoções e divulgação dos produtos, bem como o aumento de pessoas que já realizaram uma compra via comércio eletrônico. “Em Horizontina, por exemplo, observa-se que 67,72% dos entrevistados disseram que compram pela internet. Em 2018, este número era de 53,28%. E o principal motivo da compra é o preço, para a maioria dos municípios”, completa o professor da Setrem.



A pesquisa gerou relatórios individuais de cada um dos municípios e as informações estão à disposição das Associações Comerciais e Industriais (ACIs), Secretarias de Indústria e Comércio e empresas varejistas. Mais detalhes sobre a pesquisa podem ser obtidos com o professor Jesildo Lima, pelo e-mail jesildo.lima@gmail.com ou pelo telefone (55) 3535-4600.


Fonte: Assessoria SETREM

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer