Publicidades

26/02/2020 | 05:23 | Geral

Após decretar emergência por estiagem, município de Camargo deve tomar mesma medida devido a temporal

Prefeita Eliani Mesacasa Trentin afirma que cerca de metade da cidade foi afetada por vento e chuva

O vento forte destelhou praticamente todas as casas dos bairros São José e Primavera, afetando cerca de 50 famílias - Prefeitura de Camargo / Divulgaç


A prefeitura de Camargo, cidade de cerca de 3 mil habitantes no norte do Estado, deve decretar situação de emergência em função do temporal desta terça-feira (25). Em entrevista ao programa Estúdio Gaúcha, da Rádio Gaúcha, a prefeita Eliani Mesacasa Trentin, relatou que o município recém havia tomado essa medida em função da estiagem.


— Na sexta-feira decretamos situação de emergência em função da estiagem. Já estávamos com problema de falta de água e perda grande na produção agrícola. Praticamente 70% da arrecadação do município é oriunda do setor primário. A gente já estava com essa dificuldade e agora, amanhã estaremos decretando situação de emergência e de calamidade até, acredito, em função desse vendaval — lamentou.


A prefeitura de Camargo está contabilizando os estragos, mas estima que mais de 70 casas tenham sido atingidas pela chuva e pelo vento. 


— Só no loteamento Primavera tem 50 casas e todas foram destelhadas — contou a prefeita.


Lonas foram distribuídas aos moradores e, na noite desta terça, não havia famílias fora de casa. Além dos destelhamentos, houve queda de árvores e de postes de iluminação pública.


As aulas foram suspensas tanto na rede municipal, que tem três escolas, quanto na estadual, que conta com uma. O Centro Administrativo da prefeitura de Camargo foi danificado. As estruturas da Secretaria de Administração e do gabinete da prefeita foram totalmente destruídos e houve perda de documentos e de computadores. A prefeitura deve viabilizar um novo local nesta quarta-feira para atender às demandas da população.


Conforme o relato da prefeita, o vento registrado na cidade foi muito forte e causou danos em metade da cidade. A outra metade não teve problemas.


— A velocidade do vento foi tão forte que arrancou aberturas das casas. Uma moradora me comentou que o vento arrancou a janela e que ela foi arremessada dentro da própria casa, então a gente não sabe a velocidade desse vento, mas ele foi muito forte — contou.


O município de Camargo está sem luz desde a tarde desta terça-feira (25). A previsão repassada pela RGE à prefeitura é de restabelecimento do serviço ao longo da tarde de quarta-feira (26).

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer