Publicidades

29/05/2020 | 10:36 | Polícia

Policial rodoviário flagra gato sendo arremessado de carro, autua condutor e adota o filhote

Animal tem cerca de um mês de vida, estima agente da PRF

Polícia Rodoviária Federal / Divulgação


Uma ação criminosa na BR-116 teve um desfecho feliz na tarde de quinta-feira (28), no oeste catarinense. O condutor de um Logan que circulava pela rodovia, no município de São Cristóvão do Sul, foi autuado em flagrante após ser visto arremessando da janela do veículo um filhote de gato.


O fato foi presenciado por uma dupla de agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que interceptou o veículo na hora. 


— Vimos tudo, ele chegando no acostamento, abrindo o vidro e arremessando o animalzinho. Disse que não tinha condições de criá-lo — relembrou o policial rodoviário João Paulo Haas, da delegacia de Lajes.


O motorista tem 39 anos e não teve o nome divulgado. O ato gera um termo circunstanciado, sem prisão do autor do crime. O agente Haas afirma que, infelizmente, muitos animais são vistos "à própria sorte nas rodovias", como ele definiu, mas ressaltou que a atitude é criminosa, passível de sanções. 


O filhote é macho, com cerca de um mês de vida, e ficou bastante assustado com ocorrido, segundo o agente. Após ser resgatado, ele foi alimentado e terá um novo tutor: o próprio policial rodoviário que o socorreu.


— Depois que o alimentamos, ele se acalmou. Deu uma volta na viatura da PRF e já tem um lar. Só estou pensando no nome, vou deixar para o meu sobrinho batizar o novo animalzinho da família —  afirmou Haas.


Nas imagens, divulgadas pela PRF, o bichinho parecia bem a vontade, enrolado no colo do policial, deitado sobre seu braço e ainda passeando sobre o capô do veículo oficial. Tigrado, ele tem cores mescladas de branco e cinza e, mesmo após ter sofrido a brutalidade, não teve ferimentos aparentes.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer