Publicidades

02/08/2020 | 21:13 | Esporte

Grêmio leva susto, mas vence Novo Hamburgo e confirma Gre-Nal na final do returno do Gauchão

Equipe de Renato ganhou com dois gols de Diego Souza, um de Maicon e outro de Luciano

Diego Souza marcou dois gols da vitória gremista - Jefferson Botega / Agencia RBS


O Grêmio sofreu mais do que o esperado, mas garantiu vaga na final do segundo turno do Gauchão para enfrentar o Inter. Na noite deste domingo (2), em um jogo cheio de idas e vindas, Luciano marcou aos 45 minutos do segundo tempo o gol que garantiu a vitória de 4 a 3 sobre o Novo Hamburgo na Arena.


Diego Souza, duas vezes, e Maicon marcaram os outros gols do Grêmio. Zé Mário, também em duas oportunidades, e Kayron foram os responsáveis pelos gols do Novo Hamburgo. Classificado, o Tricolor tem o mando de campo do Gre-Nal da final. A realização do clássico na Arena ainda depende da liberação da prefeitura de Porto Alegre.


O Grêmio iniciou o jogo de forma avassaladora e nem deu tempo do Novo Hamburgo se adaptar ao gramado da Arena. Antes de o cronômetro marcar dois minutos, o Tricolor chegou tocando a bola até ela cair em Everton no lado esquerdo da grande área. O camisa 11 cruzou na medida para Diego Souza. O artilheiro do Gauchão testou sem chances para Jacsson para abrir o placar: 1 a 0.


O gol cedo deixou o Grêmio dono do jogo. A todo momento, o time conseguia chegar próximo da meta defendida por Jacsson tocando a bola. Até mesmo Maicon aparecia na área. Aos 7, ele recebeu cruzamento de Orejuela e, livre, cabeceou para fora.


Com Maicon ditando o ritmo, o Grêmio chegou ao segundo gol aos 22. O camisa 8 iniciou a jogada com um belo lançamento para Orejuela. A bola chegou a Everton e ele cruzou para Alisson. Jacsson conseguiu fazer a defesa na primeira tentativa, mas Maicon apareceu como um centroavante na área para apanhar o rebote e mandar para o gol: 2 a 0.


O jogo parecia decidido com o segundo gol gremista e o Novo Hamburgo não mostrava reação até que aos 30 minutos Kannemann cometeu uma falta na entrada da área. Zé Mário bateu com força e contou com falha de Vanderlei para descontar.


Jean Pyerre teve a chance de fazer o terceiro logo em seguida, mas desperdiçou. Na sequência, Matheus Henrique saiu jogando errado e deu a bola nos pés de Matheus Lagoa. Ele lançou Juba, que rolou para o centroavante Kayron empatar a partida aos 37. 


O Grêmio sentiu os erros que deram a oportunidade para o Novo Hamburgo empatar o jogo e terminou o primeiro tempo correndo risco de levar a virada. Na saída para o vestiário, Maicon lamentou as falhas cometidas pela equipe gremista.


Mesmo com a queda de desempenho na reta final do primeiro tempo, Renato optou por não mexer na equipe no intervalo. Na volta para a etapa final, o Tricolor teve um ímpeto maior e chegou a balançar as redes aos três minutos com Diego Souza, mas o gol foi anulado por Daniel Bins, que viu falta do atacante gremista no lance.


O Grêmio seguiu pressionando e não teve jeito do Novo Hamburgo segurar Diego Souza. O centroavante, que levava a melhor em quase todas as disputas pelo alto, também apareceu por baixo. Aos 13, ele completou o belo cruzamento rasteiro de Guilherme Guedes e colocou o Tricolor na frente novamente. 


O filme do primeiro tempo se repetiu na etapa final. O Grêmio tinha vantagem e o jogo parecia controlado até que aos 32 minutos Jean Pyerre cometeu um pênalti infantil em Chicão. Zé Mário cobrou e voltou a empatar a partida.


Logo após o terceiro gol do Novo Hamburgo, Renato fez duas trocas. Luciano e Pepê foram chamados para os lugares de Jean Pyerre e Alisson. Na sequência, o garoto Isaque foi chamado para o lugar de Diego Souza, mas não deu tempo de marcar o quarto gol. O Noia se aproveitou das falhas gremistas e conseguiu levar o confronto para os pênaltis.


Logo após o terceiro gol do Novo Hamburgo, Renato fez três trocas na equipe. Luciano, Pepê e o garoto Isaque entraram na equipe em uma tentativa desesperada para o quarto gol. E mais uma vez a estrela do treinador gremista apareceu. Aos 45, Luciano se aproveitou de uma falha da defesa do Novo Hamburgo e marcou o gol da classificação gremista.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer