Publicidades

14/08/2020 | 05:56 | Polícia

Polícia investiga assassinato de professora em Passo Fundo

Elsa Dipp dos Santos, de 76 anos, foi encontrada por familiares dentro de casa em Passo Fundo

João Victor Lopes/Rádio Uirapuru


A Polícia Civil investiga o assassinato de uma idosa, de 76 anos, no bairro Vera Cruz, em Passo Fundo, no norte do Estado. A vítima foi encontrada por familiares dentro de casa nesta quinta-feira (13). Elsa Dipp dos Santos foi professora na rede estadual e era conhecida pela comunidade. 


Um suspeito de participação no crime foi preso em flagrante pela Brigada Militar, e um segundo envolvido é procurado pela polícia. 


De acordo com a polícia, os dois homens chegaram na residência da vítima no início da manhã pedindo informações sobre o aluguel de uma casa que pertencia a Elsa. A mulher abriu a porta e permitiu a entrada deles.


Minutos depois, os vizinhos observaram uma movimentação estranha na residência e chamaram a família de Elsa. Ao entrar no local, os familiares encontraram ela morta. Segundo a polícia, a idosa foi asfixiada por um travesseiro.  


O delegado Diogo Ferreira, responsável pelo caso, acredita que tenha ocorrido um latrocínio (roubo em que há a morte da vítima). Os criminosos, após cometerem o assassinato, levaram aparelhos eletrônicos e o carro que pertencia a vítima.  


— Acreditamos que eles chegaram no local decididos a realizar um assalto. No entanto, algo aconteceu e eles acabaram cometendo o homicídio. Não há uma motivação aparente, a vítima era uma pessoa benquista na sociedade. Agora, nosso foco é localizar o segundo autor do crime e entender a motivação — ressaltou o delegado Diogo Ferreira.  


O veículo foi encontrado horas depois com um homem que também foi preso pela Brigada Militar. No entanto, as investigações apontam que ele não tem relação com o latrocínio e estaria com o carro após os suspeitos terem abandonado o veículo.


Os aparelhos eletrônicos roubados ainda não foram localizados. A polícia irá ouvir, a partir desta sexta-feira (14), o depoimento dos familiares e dos vizinhos de Elsa. 

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer