Publicidades

15/08/2020 | 06:02 | Saúde

Mapa preliminar do distanciamento controlado coloca região sob bandeira vermelha

Site do Governo do Estado do Rio Grande do Sul


Na 15ª rodada do Distanciamento Controlado, a região de Santa Rosa foi classificada com bandeira vermelha no mapa preliminar divulgado nesta sexta-feira (14/08). Dentre os indicadores de velocidade do avanço da doença na região, o de variação no número de hospitalizações confirmadas para Covid-19 entre as duas semanas na região apresentou novamente bandeira preta.


Foram registradas 16 novas hospitalizações confirmadas para Covid-19 na região nos últimos sete dias, ao passo no período de referência anterior tinham sido nove casos. No dia do levantamento, a região apresentava 12 pessoas internadas por Covid-19 já com a doença confirmada.


Ainda no que diz respeito ao estágio de evolução da doença na região, o indicador também apresentou agravamento, mantendo a classificação na bandeira vermelha, na medida em que foram registrados 113 casos ativos na última semana.


Embora tenha registrado recuo das internações em UTI para pacientes do coronavírus nesta quinta-feira (eram nove pacientes, quando no mesmo dia da semana anterior eram 11), houve pequeno aumento dos casos mais graves por SRAG: passou de 16 para 17 pacientes.


No último dia do monitoramento, a região mereceu classificação de bandeira preta para o indicador que mede o total de leitos de UTI disponíveis (oito unidades, quando antes eram 11). Santa Rosa teve três óbitos por Covid-19 nessa semana.


Uruguaiana, Guaíba, Santo Ângelo, Cruz Alta, Ijuí, Caxias do Sul, Capão da Canoa, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Palmeira das Missões, Erechim, Passo Fundo e Pelotas também foram classificadas na bandeira vermelha. 


A partir desta semana, as associações regionais terão duas alternativas caso não concordem com a classificação preliminar. Além dos pedidos de reconsideração, em vigor desde a sétima rodada, as regiões Covid que quiserem adotar protocolos menos restritivos à bandeira na qual estão classificados, mas no mínimo iguais à bandeira anterior poderão elaborar planos estruturados próprios aprovados por no mínimo dois terços dos prefeitos e avalizados por uma equipe técnica.


Além disso, os documentos devem ser encaminhados para o Gabinete de Crise exclusivamente via formulário eletrônico, com no mínimo 48 horas de antecedência do início da vigência de seu plano, no endereço https://bit.ly/formulariocogestao.


O pedido de reconsideração à classificação da bandeira, que pode ser feito via associação regional ou pelo próprio município, também deverá ser encaminhado exclusivamente por meio de formulário eletrônico, no site https://forms.gle/qR6qg7TjGhBXvqiq5, no prazo máximo de 36 horas após a divulgação do mapa preliminar – ou seja, até as 6h de domingo (16/8).


Ambas as alternativas foram resultado do diálogo do governo do Estado com os municípios, que passam a ter cogestão do Distanciamento Controlado. “Estamos buscando ajustar o modelo a um novo momento, para melhor conciliar com a atividade econômica garantindo a proteção à saúde das pessoas", explicou o governador Eduardo Leite na segunda-feira (10/8).


A adoção de protocolos alternativos não mudará as cores do mapa definitivo, que será divulgado após análise dos recursos pelo Gabinete de Crise, na tarde de segunda-feira (17/8). A vigência das bandeiras da 15ª rodada começa à 0h de terça-feira (18/8) e se encerra às 23h59 de segunda-feira (24/8).

Fonte: Rádio Colonial

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer