Contador de visitas

utilizadores online
19/01/2016 | 06:23 | Praia Notícias | Geral Mesmo após mancha, banhistas nadam na Praia do Perequê, em SC Segundo prefeitura, resultado de amostras de água sairá na terça (19)

Peixes apareceram mortos na Praia de Perequê, nesta segunda (18) (Foto: Luiz Souza/RBS TV)


Mesmo após uma mancha escura aparecer na foz do Rio Perequê, que deságua no mar, banhistas continuaram a nadar na Praia de Perequê, em Porto Belo, no Litoral Norte de Santa Catarina. 


Nesta tarde, a equipe da RBS TV esteve no local e informou que os guarda-vidas orientavam as pessoas a não entrarem no ponto onde foi verificada a mancha. No local já há uma placa indicando que o ponto é impróprio para banho. Mesmo assim, pessoas nadavam no local. Guarda-vidas tentavam tirar esses banhistas do mar.


Análise da água


Entretanto, a prefeitura afirma que esse ponto sempre foi impróprio e recomendou que ninguém se banhe em toda a praia ao menos até esta terça (19), quando os primeiros resultados da análise da água deverão ficar prontos.


A prefeitura explicou que a Vigilância Sanitária do município coletou amostras da água pela manhã e no início da tarde. A Fundação do Meio Ambiente (Fatma) também realizou duas coletas durante o dia, que foram levadas para análise em Florianópolis às 16h, com resultado previsto também para esta terça.


Pela manhã, a prefeitura chegou a dizer que a praia poderia ser interditada. Nesta tarde, o município reforçou que nenhuma ação será feita antes dos resultados da coleta.


Empresa nega responsabilidade


Além da foz do rio, fiscais da Fatma também analisaram a Estação de Tratamento da Companhia Nacional de Saneamento (Conasa), em Itapema. Em 2013, a empresa foi multada pela autarquia por derramar esgoto sem tratamento no Rio Perequê.


A prefeitura informou que deveria ingressar com nova ação de ressarcimento contra a concessionária caso a suspeita de novo derramamento fosse comprovada.


Em nota,  a Conasa diz "desconhecer as razões que levam às afirmações apressadas que buscam responsabilizá-la de maneira irresponsável sobre a mancha negra na foz do Rio Perequê, uma vez que é de domínio público que já foram identificadas diversas fontes de lançamento irregular de efluentes".


A empresa ainda informou que a estação de tratamento opera "na mais absoluta normalidade, obedecendo a todos os parâmetros de qualidade exigidos na legislação para os processos de tratamento do esgoto".

Fonte: G1


Localizar notícia:

Jornalista Responsável: Paulo Airton Pires Marques
Reg. Prof. MTE/DRT/RS n° 16408
CNPJ: 15251707/0001-48
Telefone: 55 99645-2601(Whatsapp)
E-mail: paulomarquesnoticias@paulomarquesnoticias.com.br
Rua Professor Del Aglio, 128, Três de Maio-RS - CEP 98910-000