Contador de visitas

utilizadores online
02/09/2017 | 18:50 | Esporte Em tarde de Edilson e Fernandinho, Grêmio massacra o Sport e diminui diferença para o Corinthians Edílson, Everton, Fernandinho (duas vezes) e Dionathã marcaram os gols

Foto: Carlos Macedo /Agência RBS


Vanderlei Luxemburgo viu uma aula de futebol proporcionada por Renato Portaluppi na Arena. Avassalador, o Grêmio goleou o Sport de Luxa neste sábado por 5 a 0 na Arena, com dois gols de Fernandinho, um de Edílson, um de Everton e um de Dionathã, e voltou à carga na perseguição ao líder Corinthians. Com a vitória gremista, a diferença para o time paulista caiu para sete pontos. O próximo jogo será no próximo sábado, no Rio de Janeiro, contra o Vasco.


Em uma matinê ensolarada na Arena, o Grêmio entrou em campo disposto a esquecer os desfalques de Luan e Barrios, convocados por Brasil e Paraguai, Maicon, lesionado, e Pedro Rocha, vendido ao Spartak-RUS. Novo reforço, que será apresentado na segunda-feira, o volante Cristian assistiu ao jogo dos camarotes.


Contra o Sport de Vanderlei Luxemburgo, que não vencia há um mês, a iniciativa foi toda do Grêmio. Com tanque cheio após a semana de descanso aos titulares, o time de Renato zunia em jogadas pelo lado do campo. O maestro era Arthur, que distribuía o jogo para Cortez e Edilson, que apoiavam com muita intensidade. Com mais volume e posse de bola, o Grêmio não demorou a abrir o placar. E o gol foi justamente de um lateral.


Aos 19 minutos, Edilson, com técnica incrível, cobrou falta na entrada da área com extrema violência, um balaço que entrou no ângulo de Magrão a 116 quilômetros por hora. O Sport até tentou colocar 10 jogadores na barreira, mas de nada adiantou. O lateral comemorou seu 100º jogo com a camisa do Grêmio com uma autêntica bucha.


Além de Edilson e Arthur, Everton também estava inspirado. O Cebolinha quase marcou aos 25, quando recebeu belo passe de Arthur e tentou encobrir o goleiro Magrão. O veterano do Sport, contudo, espalmou pela linha de fundo.


Aos 27, a vez foi de Fernandinho, que disparou pela ponta esquerda e cruzou rasteiro na área. Por centímetros, Everton não chegou no carrinho para escorar para o gol.


Mas a tarde era de Edilson. Em uma jogada de cinema na ponta direita aos 34 minutos, o lateral tocou no meio das pernas de Sander e depois aplicou uma meia-lua em Henríquez antes de servir Everton, que tocou por cima do goleiro Magrão. Mais um golaço para a conta de Edilson.


No intervalo, as atenções se centraram em Pedro Rocha. Vendido ao Spartak-RUS, o atacante se despediu da torcida de forma emocionante. Aplaudido de pé pela torcida, entrou no gramado ao lado de seu pai, Jessé, e foi recebido com reverência. Chegou até a subir em uma das escadas da muretas da arquibancada norte e abraçou um torcedor. Cercado de repórteres e fotógrafos, mal conseguia andar.


— E dale Pedro Rocha, e dale Pedro Rocha! — cantava a torcida na arquibancada.


No segundo tempo, o Grêmio seguiu dominando as ações. No primeiro minuto, Fernandinho arriscou com perigo, por cima do gol do Sport. Aos três, Arthur também tentou, em chute bloqueado pela zaga pernambucana. O Sport também tentou arriscar ao gol do Grêmio. Aos quatro minutos, Wesley concluiu de fora da área sobre a meta de Grohe.


Aos 21, o Grêmio chegou com Bressan, que tabelou com Léo Moura na entrada da área e tentou servir Ramiro, que foi derrubado na área. O árbitro marcou pênalti e Fernandinho, aos 22, se apresentou para a cobrança: um chute alto, no canto direito, que Magrão não conseguiu alcançar.


Dois minutos depois, o Grêmio ampliou. Com inteligência, Ramiro recebeu lançamento na entrada da área e serviu Fernandinho com um toque de cabeça. O atacante, bem posicionado, testou com força e venceu Magrão mais uma vez, marcando seu segundo gol na partida, seu oitavo no Brasileirão — é o artilheiro gremista na competição.


Por pouco, o Grêmio não ampliou com Patrick aos 32, quando o garoto, que havia entrado na vaga de Léo Moura, arrancou até a entrada da área e chutou perto do travessão de Magrão. Ainda houve tempo para o quinto gol. O garoto Dionathã, que havia entrado no lugar de Ramiro, recebeu de Fernandinho na área e venceu Magrão com um chute rasteiro: 5 a 0.


A festa foi completa na Arena. O Grêmio reabriu a caça ao líder no Brasileirão.

Fonte: Zero Hora


Localizar notícia:

Jornalista Responsável: Paulo Airton Pires Marques
Reg. Prof. MTE/DRT/RS n° 16408
CNPJ: 15251707/0001-48
Telefone: 55 99645-2601(Whatsapp)
E-mail: paulomarquesnoticias@paulomarquesnoticias.com.br
Rua Professor Del Aglio, 128, Três de Maio-RS - CEP 98910-000