Contador de visitas

utilizadores online
16/09/2017 | 18:47 | Esporte Inter goleia o Figueirense e reassume liderança da Série B Com gols de Pottker, Damião e Nico López, colorados venceram no Beira-Rio

Foto: Carlos Macedo /Agencia RBS


Um Beira-Rio emoldurado por um palco para receber Bon Jovi e The Who nos próximos dias e com mais de 20 mil pessoas que enfrentaram uma chuva incessante viram o Inter golear o Figueirense por 3 a 0 e voltar à liderança da Série B.


Não houve qualquer surpresa na escalação que Guto Ferreira mandou a campo. Na vaga do lesionado Klaus, um desarquivado Ernando. No meio, os retornos de Dourado e D'Alessandro. O Figueirense começou com Leandro Almeida, Marco Antônio e Zé Love, todos com passagem pela dupla Gre-Nal. 


Quando a bola rolou, se o Figueirense pensava em fazer uma retranca e irritar a torcida, como pediu Leandro Almeida na semana, tudo já se esvaiu no terceiro minuto. Sasha, Uendel e D'Alessandro tabelaram, e o lateral fez um cruzamento perfeito, no segundo pau, onde Pottker apareceu deslizando na grama e fazendo 1 a 0.


De fato, o Figueirense saiu para o jogo. Buscando os lados do campo, os catarinenses botaram a defesa colorada em apuros. O pior dos sustos ocorreu quando Dudu cruzou e Henan antecipou Cuesta. Danilo Fernandes saltou e espalmou.


Depois disso, o Inter acordou. Voltou a trocar passes e levar perigo, principalmente quando D'Alessandro participava. Mas, por reclamação, o argentino levou cartão amarelo do árbitro Péricles Bassols e está suspenso da partida de sábado que vem, contra o Náutico, em Caruaru.


Aos 41, o segundo gol colorado não veio por pouco. Edenilson, de fora da área, arriscou. A bola desviou na grama molhada e dificultou a defesa do goleiro Saulo.


No intervalo, Guto Ferreira precisou fazer uma substituição. Com dores na coxa depois de uma pancada em uma dividida com o goleiro, Cláudio Winck precisou sair. Alemão entrou em seu lugar.


Nos primeiros minutos, o panorama não tinha mudado muito. O Inter cozinhava o jogo, enquanto o Figueirense não criava porque não conseguia. Pois aos sete, mudou o cenário. D'Alessandro cobrou escanteio e Damião, de peixinho, fez 2 a 0.


O Figueirense, definitivamente, se mandou para o ataque. Zé Love, pelo lado esquerdo, quase serviu Henan, mas Cuesta antecipou com categoria na hora certa. Mas o Figueirense no ataque era espaço para o Inter contragolpear. Em uma escapada, Pottker arrancou, percorreu mais de 70 metros com a bola, entrou na área e serviu Damião. A conclusão do centroavante só não entrou porque Marquinhos salvou em cima da linha.


A partir daí, o Inter se ajeitou de vez. Controlou o Figueira e dominou as ações. Deu-se ao luxo de perder um gol feito. Pottker fez ótima jogada e aplicou um lançamento de um lado para o outro do campo, onde estava Uendel, que matou a bola no peito e cruzou na cabeça de Damião. A conclusão foi por cima do gol.


Aos 28, Guto Ferreira fez a segunda troca: Nico López no lugar de Sasha.


A primeira jogada do uruguaio, dois minutos depois de entrar, foi um passe por elevação para Pottker, que se livrou da marcação e chutou por cima. A segunda foi na área. Pelo lado direito, ele recebeu cruzamento e ajeitou, Damião encheu o pé e só não foi gol porque a bola explodiu nas costas de Leandro Almeida.


A terceira foi gol. Uendel fez fila na defesa do Figueirense, driblando quatro adversários, e serviu ao uruguaio, que só encostou para a rede.


Nico é o artilheiro do Inter na temporada, com 14 gols. E, agora, líder da Série B.


No final, o Figueirense acertou o travessão, em chute de Nicolas Careca.

Fonte: Zero Hora


Localizar notícia:

Jornalista Responsável: Paulo Airton Pires Marques
Reg. Prof. MTE/DRT/RS n° 16408
CNPJ: 15251707/0001-48
Telefone: 55 99645-2601(Whatsapp)
E-mail: paulomarquesnoticias@paulomarquesnoticias.com.br
Rua Professor Del Aglio, 128, Três de Maio-RS - CEP 98910-000