Contador de visitas

utilizadores online
03/10/2017 | 22:53 | Esporte Na Arena da Baixada lotada, Inter é derrotado pelo Paraná e tem sequência de vitórias interrompida Apesar do revés por 1 a 0, time de Guto Ferreira segue tranquilo na liderança do campeonato

Rodolfo Buhrer / Fotoarena/Lancepress


No jogo que determinou a quebra de recorde de público da casa do rival Atlético-PR, o Paraná, apoiado por 39.414 torcedores, venceu o Inter por 1 a 0 e assumiu a vice-liderança da Série B. A equipe gaúcha mantém a primeira posição, agora a cinco pontos do segundo colocado. Foi a segunda derrota do Inter nos últimos 12 jogos.

Era um ambiente de final de campeonato para os donos da casa. Embalado por um estádio lotado e enlouquecido, o Paraná tratou a partida como se fosse, mesmo, a "mais importante da década", como anunciou a campanha do jogo e os jornais curitibanos. De fato, a equipe correu até mais do que a bola, no primeiro tempo. Sem a zaga titular — Ernando inclusive passou por cirurgia e não volta mais este ano —, Guto Ferreira escalou Léo Ortiz e Danilo Silva. No meio, Nico López substituiu o suspenso Pottker.

O início da partida teve os "donos da casa" (ao menos nesta noite) em ritmo acelerado, buscando o gol de forma atabalhoada. O Inter buscava diminuir o ímpeto e segurar a bola. Assim, os primeiros minutos foram mais nervosos do que propriamente criativos. A única alteração do jogo foi uma substituição. Rodrigo Dourado sentiu dores na virilha e deu lugar a Charles.

Só aos 19 minutos veio o primeiro chute a gol com mais perigo. Após cruzamento da direita, a bola cruzou toda a área do Inter e chegou até Robson, que bateu e Danilo Fernandes defendeu. O lance animou o Paraná. No lance seguinte, Alemão achou espaço na entrada da área e concluiu, mas longe da trave.

A resposta do Inter saiu nove minutos depois. Aos 29, Sasha surpreendeu o goleiro Richard ao arriscar um chute de 35 metros. A bola ia no ângulo, mas o camisa 1 voou e espalmou para a linha de fundo.

Aos 33, após rápida cobrança de escanteio, D'Alessandro alçou na área, Damião dividiu com a defesa e Charles, um pouco desequilibrado, perdeu a chance cabeceando por cima.

Era o Inter quem dominava as ações, enquanto o Paraná perdia um pouco de seu ritmo, uma falha de Charles determinou o gol dos mandantes. Aos 41, Igor Maidana se desvencilhou da marcação do volante e aproveitou o cruzamento de escanteio para cabecear livre, longe de Danilo Fernandes: 1 a 0.

O segundo tempo teve uma mudança drástica em seus momentos iniciais. Atrás no placar, o Inter se impôs. Com a bola no chão e mais coragem, quase empatou o jogo aos seis minutos. D'Alessandro recebeu a bola, livrou-se da marcação e cruzou na medida para Damião, em um misto de voleio e voadora, concluir na trave. Na sequência, Cláudio Winck levou da direita para o meio e bateu cruzado, Damião ajeitou no peito e tentou de bicicleta, na mão do goleiro.

Aos 19 minutos, Guto Ferreira fez sua segunda substituição. Eduardo Sasha, de atuação discreta e inoperante, saiu, Camilo ingressou em seu lugar.

A entrada do meia deu mais troca de passes ao Inter, mas faltava contundência para incomodar o Paraná, que a esta altura se preocupava apenas em defender sua vantagem. Assim, a equipe gaúcha só assustou aos 30 minutos. Após cobrança de escanteio de Camilo, Damião desviou e a bola sobrou para Nico López, mas o goleiro abafou o lance e salvou.

Pressionando, o Inter deu espaço para contra-ataques. Em um deles, Vitor Feijão dominou cheio de estilo, ajeitou e chutou, mas na mão de Danilo Fernandes.

A última troca do técnico colorado foi aos 39: saiu Cláudio Winck, entrou Juan. Edenilson terminou o jogo na lateral direita.

Mas o Inter não teve forças para chegar ao empate.


Fonte: Gaúcha ZH


Localizar notícia:

Jornalista Responsável: Paulo Airton Pires Marques
Reg. Prof. MTE/DRT/RS n° 16408
CNPJ: 15251707/0001-48
Telefone: 55 99645-2601(Whatsapp)
E-mail: paulomarquesnoticias@paulomarquesnoticias.com.br
Rua Professor Del Aglio, 128, Três de Maio-RS - CEP 98910-000