Contador de visitas

utilizadores online
17/10/2017 | 21:44 | Esporte Sem inspiração, Inter fica apenas no empate com o Boa Resultado mantém a equipe de Guto Ferreira na liderança da Série B

Ricardo Duarte / SC Internacional/Divulgação


Se é verdade que o empate em 0 a 0 com o Boa, nesta terça-feira (17), pela 30ª rodada da Série B aproximou o Inter em mais um ponto da Primeira Divisão, o desempenho da equipe colorada deixou claro que, para enfrentar um campeonato mais qualificado no ano que vem, precisa melhorar muito. Em uma atuação sem inspiração, o time de Guto Ferreira quase nada fez para vencer um adversário de meio da tabela que só chegou a Varginha depois dos gaúchos, vindo de derrota para o ABC, o lanterna da competição.


O Inter foi mesmo com a novidade Jéferson no meio-campo, para formar dupla com D'Alessandro à frente de Charles, Camilo aberto na esquerda, Nico na esquerda e Pottker de centroavante. O time que participou dos últimos treinos recebeu uma chance para encarar um adversário em busca de recuperação.


Nos primeiros minutos, os jogadores dos dois times se movimentaram mais do que a bola. Em uma correria frenética e completamente desorganizada, um susto para cada lado, em situações parecidas. Do lado do Inter, um cruzamento da esquerda teve desvio e quase chegou para Danilo Silva completar. A resposta do Boa foi em cobrança de falta que cruzou a frente do gol.


Quando finalmente o bate-rebate louco acabou, o Inter teve a primeira boa chance do jogo. Aos nove minutos, D'Alessandro lançou para Nico. O uruguaio recebeu e chutou de pé esquerdo, para grande defesa do goleiro Fabrício, espalmando para escanteio. 


Dali em diante, porém, tudo ficou mais complicado. Jéferson não se encontrava na posição, Camilo se isolou do lado esquerdo, Nico ficou abandonado do direito e Pottker não tinha espaço na frente. Só eventuais participações de D'Alessandro davam um sopro de criatividade ao time. 


Tanto que só bolas paradas viravam minimamente lances de perigo. Em uma falta da direita, D'Alessandro cruzou e Cláudio Winck antecipou a marcação, mas cabeceou para fora. No Boa, além de os cruzamentos para a área, que passavam a toda hora pela frente da área colorada, a melhor chance saiu em falha individual de Charles, que tentou driblar na frente da área, perdeu a bola, e Danilo Fernandes teve de fazer boa defesa para impedir o gol de Wesley.


No intervalo, Guto Ferreira mexeu no time: Gutiérrez entrou no lugar de Jéferson _ talvez tenha percebido a fragilidade ofensiva do adversário (sua justificativa para não escalar o chileno desde o início). Outra modificação foi de posicionamento: Nico foi para o centro do ataque, Pottker voltou à extrema direita.


O Inter melhorou um pouco no início do segundo tempo. Ao menos, diminuiu a correria e começou a acertar mais passes. Aos seis minutos, a primeira jogada combinada pelos dois jogadores da direita virou conclusão. Winck cobrou lateral para Pottker, que devolveu ao lateral, mas seu chute foi defendido sem rebote por Fabrício. Animado, o time gaúcho levou um susto aos nove. Após cobrança de escanteia de Camilo, a bola foi recuperada pelo goleiro do Boa e entregue a Ruan, que atravessou o campo sem ser incomodado, mas chutou por cima. 


Por cima também foi o chute de Camilo, seu primeiro no jogo, de pé esquerdo.


Aos 25, Guto Ferreira desarquivou Roberson, escalando-o no lugar de Camilo. Ainda deu tempo para Carlos entrar na vaga de Nico López. Mas a falta de inspiração terminou impediu qualquer mudança de placar.

Fonte: Gaúcha ZH


Localizar notícia:

Jornalista Responsável: Paulo Airton Pires Marques
Reg. Prof. MTE/DRT/RS n° 16408
CNPJ: 15251707/0001-48
Telefone: 55 99645-2601(Whatsapp)
E-mail: paulomarquesnoticias@paulomarquesnoticias.com.br
Rua Professor Del Aglio, 128, Três de Maio-RS - CEP 98910-000