19/11/2017 | 21:29 | Esporte Reservas do Grêmio perdem para o Santos Copete marcou o único gol da partida

Ricardo Moreira / Fotoarena/Lancepress!


Com todo o foco do Grêmio voltado para a decisão da Libertadores, nem Renato Portaluppi esteve na Vila Belmiro na derrota por 1 a 0 para o Santos, gol de Copete. Com o resultado, o time gaúcho, que foi treinado por César Bueno, técnico do time de transição, pode perder a vice-liderança em caso de vitória do Palmeiras sobre o Avaí nesta segunda-feira em Florianópolis.


Sob chuva no litoral paulista, o Grêmio, com time reserva, iniciou com organização e chegou até a pressionar o Santos. Mas, antes disso, aos oito minutos, Paulo Victor teve realizar uma defesa de elasticidade após conclusão perigosa de Alison.


Aos 16 minutos, o Grêmio mostrou armas com um arremate potente de Machado para boa intervenção de Vanderlei. A equipe gaúcha teria ótima chance aos 18, após cruzamento de Kaio para Patrick, que driblou dois dentro da área e chutou nas mãos do goleiro do Santos. O time ainda teve outras duas oportunidades: aos 20, Machado cobrou falta perto do gol santista e, aos 30, Dionathã dominou na intermediária e acertou a trave de Vanderlei.


Sem aproveitar as chances, o Grêmio foi surpreendido em contra-ataque puxado por Bruno Henrique e Vecchio, que acionou Copete. Aos 31 minutos, o colombiano superou Bressan e tocou por cima de Paulo Victor para abrir o placar na Vila Belmiro.


O Santos teve outras duas chances para ampliar, com Ricardo Oliveira, aos 35, que cabeceou para boa defesa do goleiro gremista, e aos 36, com Bruno Henrique, que escorou cruzamento de Copete para fora.


No segundo tempo, o Grêmio teve dificuldades para criar jogadas. O Santos teve uma chegada forte aos 11 minutos, em arremate de Bruno Henrique para defesa de Paulo Victor. O domínio era do time da casa, que, ainda assim, não conseguia traduzir a maior posse de bola em chances mais efetivas de gol.


O técnico César Bueno, do Grêmio, resolveu colocar dois garotos promissores em campo: Pepê e Lucas Poletto. No entanto, o time gaúcho seguia sem poder de criação no meio-campo. Já na base do desespero, Bueno colocou o centroavante Batista, já ao final, na esperança de empatar em alguma bola aérea. Mas o gol necessário não veio.

Fonte: Gaúcha ZH


Localizar notícia:

Jornalista Responsável: Paulo Airton Pires Marques
Reg. Prof. MTE/DRT/RS n° 16408
CNPJ: 15251707/0001-48
Telefone: 55 99645-2601(Whatsapp)
E-mail: paulomarquesnoticias@paulomarquesnoticias.com.br
Rua Professor Del Aglio, 128, Três de Maio-RS - CEP 98910-000