Publicidades

12/01/2021 | 05:17 | Geral

Temporal deixa 310 mil clientes sem luz e uma pessoa morta no sul do RS

Região de Pelotas e Rio Grande foi a primeira atingida pela instabilidade na noite desta segunda

Casa destelhada na praia do Laranjal, em Pelotas - Defesa Civil Regional de Pelotas / Divulgação

O temporal registrado na noite desta segunda-feira (11) no sul do Estado causou estragos, como queda de árvores, postes e destelhamento de residências. Conforme a atualização mais recente da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), feita pouco depois da meia-noite, subiu para 310 mil o número de clientes que estão sem energia elétrica – são 20 mil no Litoral Sul, 170 mil no Sul, 35 mil no Centro-Sul e 85 mil na Região Metropolitana, sendo que, apenas em Porto Alegre, são mais de 50 mil afetados em todas as regiões da cidade. Até meia-noite, eram quase 300 mil clientes sem energia em todo o Estado. 


Em Rio Grande, uma mulher foi encontrada morta na Avenida Buarque de Macedo. Segundo o Corpo de Bombeiros, a suspeita é de que ela tenha sofrido um choque elétrico. De acordo com relatos, Clarissa Gomes Costa, 31 anos, tentava se proteger da chuva em uma parada de ônibus quando um fio do poste de luz arrebentou e caiu na poça da água onde ela tinha os pés. Ainda em Rio Grande, uma árvore caiu em cima de uma casa no bairro Getúlio Vargas e impediu a saída das pessoas que estavam na residência. Os bombeiros conseguiram cortar a árvore e liberaram o acesso. Essa família foi abrigada na casa de familiares. 


Em Pelotas, um incêndio foi registrado em uma estufa de fumo. Às 20h, os bombeiros ainda atendiam a ocorrência e não havia informação de feridos.  

 

A RGE confirmou que há falta de energia elétrica em algumas localidades da sua área de concessão (regiões Metropolitana, Centro-Oeste, Norte e Nordeste do Estado), mas, até as 23h30min, não tinha um levantamento. 

 

A chuva chegou a Porto Alegre por volta das 23h. Na terça-feira (12), os temporais devem se espalhar pelo território gaúcho, com possibilidade de causar prejuízos. De acordo com a Somar Meteorologia, a combinação de uma nova frente fria localizada no Sul do país com a umidade transportada pelo vento que sopra da região amazônica favorece as chuvas ao longo do dia, acompanhadas por descargas elétricas e rajadas de vento que podem ultrapassar os 60 km/h na Região Metropolitana, na Serra, no Litoral Norte, na Fronteira Oeste e nas regiões Norte e Noroeste do RS. 

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades