Publicidades

09/07/2021 | 05:08 | Saúde

Hospital Vida & Saúde oferece Práticas Integrativas aos profissionais da Unidade Dom Bosco

Assessoria de Imprensa

Em tempos de pandemia, cuidar do profissional da saúde é fundamental. Pensando nisso, o Hospital Vida & Saúde deu início a um novo projeto, e está oferecendo Práticas Integrativas e Complementares (PICs) aos profissionais da Instituição, em espaço disponibilizado pela FUMSSAR. Quiropraxia, aromaterapia, massoterapia, musicoterapia e auriculoterapia são algumas das atividades disponibilizadas nesta fase inicial do projeto. Promovido pelo Programa Voluntariado do Hospital, a iniciativa conta com a adesão de profissionais que prestam atendimentos aos colaboradores da Instituição, de forma voluntária. Neste primeiro momento, o projeto está sendo oferecido para os profissionais que atuam na Unidade Dom Bosco, onde estão centralizados os atendimentos de casos COVID do Município e região. “A pandemia exigiu muito de todos os profissionais do Hospital, mas sabemos que o dia a dia dentro da Unidade Dom Bosco, que trata especificamente de casos COVID, tem extenuado os profissionais. Encontramos neste projeto, uma forma de oferecer alternativas que ofereça momentos de bem-estar! É uma forma de carinho e agradecimento a estes profissionais”, explica a diretora-geral, Vanderli de Barros.

Para que a ação saísse do papel, o apoio de voluntários foi fundamental. “O Programa Voluntariado tem se mostrado ainda mais solidário ao Hospital neste momento de pandemia. Quando apresentamos o projeto, rapidamente, conseguimos formar um grupo disposto a oferecer às práticas aos nossos profissionais. É muito gratificante ver a entrega, o interesse e o carinho de cada voluntário com os profissionais do Hospital”, destaca a coordenadora do Programa Voluntariado do Hospital, Zulamar Pudell.

Antes de dar início ao projeto, os voluntários passaram por capacitações, com o Controle de Infecção Hospitalar e com a equipe da Segurança do Trabalho do Hospital. Na oportunidade, o grupo recebeu orientações sobre o protocolo de higienização das mãos e todos os cuidados necessários em função da pandemia, bem como orientações sobre o uso de equipamentos de proteção de individual (EPIs). “Por ter vivenciado experiências em situações de linha de frente, entendo que todo profissional da saúde necessita de cuidados e assistência. Venho me unir ao voluntariado da instituição para contribuir com toda minha assistência e cuidado em prol da vida humana, no bem-estar físico, mental e espiritual”, ressalta a enfermeira Madelaine Berté, responsável pela prática da Massoterapia.

Outro apoio que fez a diferença para o projeto, foi o da Fundação Municipal de Saúde (FUMSSAR) que disponibilizou um amplo e completo espaço. Inaugurado no fim de 2020, o Centro de Práticas Integrativas e Complementares já oferece este tipo de atividades aos pacientes da Rede Básica. Com uma escala de profissionais preparados, o Centro também receberá profissionais do Hospital Vida & Saúde.

Para os colaboradores que participaram das primeiras atividades, as avaliações foram bem positivas. “Me sinto muito bem! Nós muitas vezes nos voltamos para um tratamento apenas com medicamentos e isso, nem sempre é necessário ou suficiente, nós também podemos fazer uma atividade física, uma meditação ou uma auriculoterapia”, destaca a farmacêutica Caroline Ferraza, que participou da primeira sessão de auriculoterapia. “A massoterapia me proporcionou um momento de relaxamento e bem estar, além de conhecer mais sobre elas. Esse gesto demonstra a preocupação e a forma de cuidado com o colaborador”, relata a enfermeira da UTI Covid, Tailene Kunkel. A partir do sucesso dos primeiros atendimentos, o Programa Voluntariado se prepara para, muito em breve, oferecer as Práticas para todos os profissionais da Instituição, que atualmente, conta com mais de 1.100 funcionários. 

O que são as Práticas Integrativas e Complementares

As Práticas Integrativas e Complementares (PICS) são tratamentos que utilizam recursos terapêuticos baseados em conhecimentos tradicionais, voltados para prevenir diversas doenças. Em alguns casos, também podem ser usadas como tratamentos paliativos em algumas doenças crônicas. Evidências científicas têm mostrado os benefícios do tratamento integrado entre medicina convencional e práticas integrativas e complementares. Além disso, há crescente número de profissionais capacitados e habilitados e maior valorização dos conhecimentos tradicionais de onde se originam grande parte dessas práticas.

Fonte: Jéssica Ribeiro/Assessoria de Comunicação do Hospital Vida & Saúde

Mais notícias desta categoria

Publicidades