Publicidades

03/09/2021 | 14:24 | Saúde | Três de Maio

Hospital São Vicente divulga comunicado oficial sobre fechamento da Emergência

Paulo Marques Notícias

Como havia sido antecipado ontem (02/08) pela Rádio Colonial, o Hospital São Vicente de Paulo divulgou comunicado oficial, assinado pelo diretor-executivo Igor Prestes e presidente da Associação de Literatura e Beneficiência, mantenedora do hospital, Rosângela de Souza Donini, nesta sexta-feira (03/09) em que anuncia o encerramento das atividades de Urgência e Emergência a partir do dia primeiro de outubro.

De acordo com o texto, o hospital, administrado pela Congregação das Irmãs Filhas do Sagrado Coração de Jesus, a partir dessa data vai ficar sem médicos em número adequado para as escalas de plantões. Sendo assim, a instituição hospitalar alega que não tem garantias suficientes para manutenção das atividades dos plantonistas e dos sobreavisos das especialidades.

Informa também que o comunicado foi entregue ao Ministério Público, no dia primeiro de setembro para providências legais.

O hospital diz ainda “que inúmeras negociações foram feitas com o poder público municipal, que buscou por meio do Projeto de Lei n° 021/2021 repassar valores de custeio relativos a pagamentos dos valores em atraso com os médicos da emergência, todavia o projeto foi rejeitado pelos vereadores no dia 27 de agosto.”

Segue o comunicado: “Até o presente momenta, não houve entendimento de que o custo desse importante serviço cabe em última instancia ao município, e a Congregação Religiosa que gere o hospital não dispõe de recursos próprios para arcar com essas despesas.”

No documento o hospital avisa que “serão mantidos os demais serviços do hospital, como internações, cirurgias e procedimentos conforme contrato com o Estado, caso esse seja o interesse Estadual.”

Por fim, o Hospital São Vicente diz que “nos últimos anos os déficits orçamentários da operação de atendimento hospitalar foram custeados pelas lrmas, mesmo que essa não fosse a nossa responsabilidade, mas esse esforço em manter o hospital a pleno funcionamento, gerou grave crise na Rede Verzeri, que não consegue mais sustentar o déficit financeiro na casa de R$ 250 mil (duzentos e cinquenta mil reais ao mês) na Emergência do Hospital.”

Confira abaixo a íntegra do comunicado da direção do Hospital São Vicente de Paulo:

Fonte: Rádio Colonial

Mais notícias desta categoria

Publicidades