Publicidades

23/09/2021 | 05:15 | Saúde

Ministério de Saúde volta atrás e recomenda vacinação de adolescentes sem comorbidades contra a covid

No dia 15, pasta havia solicitado a suspensão da imunização deste grupo

Reprodução/Internet

O Ministério da Saúde voltou atrás e passa a recomendar novamente a vacinação contra a covid-19 em adolescentes sem comorbidades. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa, que iniciou às 21h30min desta quarta-feira (22). O ato ocorreu no auditório do ministério, em Brasília.

Na noite do dia 15, a pasta havia emitido nota informativa aos Estados e municípios, revisando a orientação sobre a vacinação contra a covid-19 para adolescentes sem comorbidades. A nota informava que o MS não recomendava mais a aplicação da vacina no público de 12 a 17 anos — que começara a ser contemplado pela campanha nacional horas antes, no mesmo dia.

Essa orientação foi emitida depois que o presidente Jair Bolsonaro tomou conhecimento da morte de uma jovem de 16 anos sete dias após receber o imunizante em São Bernardo do Campo (SP).

Agora, o ministério afirma que, depois de dias de estudo, observou que não há relação de causa entre a vacina e a morte da adolescente. 

— Hoje (quarta) foi publicada uma nota técnica, elaborada pelo ministério, que avalia todo esse cenário e verifica que os benefícios da vacinação são maiores que os eventuais riscos dos efeitos adversos da sua aplicação. Então, hoje, o ministério não suspende mais a vacinação a esse grupo — disse o secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz.

Até as 22h, a nota não havia sido publicada no site do Ministério da Saúde.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades