Publicidades

07/05/2022 | 17:10 | Geral

Novo reajuste de combustíveis ''é injustificável pelos números da Petrobras'', diz Bolsonaro na Fenasoja

Recebido aos gritos de mito, o presidente voltou a criticar política da estatal

Bolsonaro participou neste sábado da Feira Nacional da Soja, em Santa Rosa - Jonas Campos / RBS TV

Na passagem pela Feira Nacional da Soja (Fenasoja), em Santa Rosa, o presidente Jair Bolsonaro voltou a falar sobre a Petrobras e os aumentos de combustíveis. O tema surgiu em seu discurso e mais tarde, perguntado sobre o tema, respondeu:

— Falei na live (transmitida na última quinta-feira) de um sentimento de ter um novo reajuste. Isso é injustificável pelos números da Petrobras.

Mencionando o lucro da estatal, que fechou o primeiro trimestre deste ano em R$ 44,5 bilhões, o presidente afirmou que "é inadmissível" ter novos reajustes. E citou que "petrolíferas do mundo todo diminuíram bastante as margens de lucro para enfrentar a crise que existe, a guerra entre Rússia e Ucrânia".

Bolsonaro falou também sobre lançar luzes sobre os acionistas da Petrobras e citou os fundos de pensão, afirmando que não tem objeções a eles, mas que estão "bancando aposentadorias para gente de fora do Brasil".   

— Nesta semana, vocês vão conhecer um pouco mais do que é a Petrobras. Eles sabem que o Brasil não aguenta mais o reajuste de combustível em uma empresa que fatura dezenas de milhões de reais por ano — afirmou em seu discurso.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades