Logomarca Paulo Marques Notícias

03/04/2024 | 05:09 | Saúde

RS chega aos 50 óbitos por dengue em 2024

Estado soma mais de 40 mil casos confirmados da doença até o momento, quando, em todo o ano passado, foram 38.387 contaminações registradas

Estado soma mais de 40 mil casos confirmados da doença até o momento, quando, em todo o ano passado, foram 38.387 contaminações registradas
Três mortes recentes no RS ocorreram em março e todos os pacientes, dois homens e uma mulher, tinham comorbidades. Jonathan Heckler / Agencia RBS

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou, na tarde desta terça-feira (2), mais três mortes por dengue no Rio Grande do Sul, em 2024. Com isso, o Estado chega a 50 óbitos em decorrência da doença no ano.

Um homem de 80 anos, morador de Três Passos, no noroeste gaúcho, faleceu em 11 de março. Na mesma região do RS, uma mulher de 23 anos, residente de Santa Rosa, morreu em 19 de março. Já um homem de 89 anos, que morava em Vicente Dutra, no norte do estado, teve seu óbito registrado em 25 de março. Todos tinham comorbidades.

Em três meses, o número de mortes pela dengue se aproxima do total de todo o ano de 2023, quando 54 pacientes que contraíram o vírus não resistiram. Em 2022, o Rio Grande do Sul bateu recorde de óbitos, com 66. Em 2024, a curva de casos e mortes cresceu bem antes, já que em 2023 só havia uma morte confirmada até esta mesma época do ano e, em 2022, nenhuma.

Conforme o painel da dengue da SES, que ainda não atualizou as três mortes mais recentes, o RS soma 40.183 casos confirmados da doença até o momento. Em todo o ano passado, foram 38.387 confirmações.

Em março, o governo do RS decretou situação de emergência devido ao aumento gradual de casos e óbitos. Apesar da situação crítica, não há municípios gaúchos entre os que vão receber as doses iniciais da campanha nacional de vacinação de crianças e adolescentes contra a doença. nas listas prioritárias de municípios.

Principais sintomas da dengue:

  • Febre alta (39°C a 40°C) com duração de dois a sete dias
  • Dor retro-orbital (atrás dos olhos)
  • Dor de cabeça
  • Dor no corpo
  • Dor nas articulações
  • Mal-estar geral
  • Náusea
  • Vômito
  • Diarreia
  • Manchas vermelhas na pele, com ou sem coceira
Fonte: GZH
Mais notícias sobre SAÚDE