Logomarca Paulo Marques Notícias

17/05/2024 | 08:25 | Trânsito

Caminhões de grande porte estão proibidos de passar pela RS-437 entre Vila Flores e Antônio Prado

Veículos leves e de carga até 25 toneladas conseguem trafegar pela rodovia

As quedas de barreiras em inúmeras rodovias estaduais e federais fez com que motoristas procurassem vias alternativas para se deslocar entre a Serra e a Capital. Um dos trajetos utilizados é a RS-437 entre Vila Flores e Antônio Prado. O aumento do fluxo de veículos nesse trecho, que tem oito quilômetros de estrada de chão, acabou provocando o bloqueio para caminhões com carga superior a 25 toneladas. 

O trecho, que é municipalizado, passa pela comunidade de Santana. Devido à chuva, as condições da estrada de chão suportam apenas a passagem de veículos leves e caminhões pequenos, de acordo com o secretário de Obras e Trânsito de Vila Flores, Rodrigo Pasquali. 

— Está liberado e estamos acompanhando o fluxo de veículos. Sinalizamos em ambos os municípios que é proibida a passagem de caminhões com mais de 25 toneladas. A orientação aos caminhoneiros é que sigam até São Jorge-Guabiju, aumentando o trajeto em 200 quilômetros, ou Passo Fundo, aumentando 400 quilômetros entre Serra e Capital — afirma o secretário. 

As prefeituras aguardam a visita do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) na tarde desta quinta-feira (16), para avaliar a estrutura. Não há um horário definido para a vistoria. Também, segundo Pasquali, os municípios estão em contato com a  Secretaria de Transporte do Estado. 

Fonte: GZH
Mais notícias sobre TRÂNSITO