Publicidades

06/11/2020 | 05:17 | Esporte

Grêmio repete 1 a 0 sobre o Juventude e garante vaga nas quartas da Copa do Brasil

Equipe de Renato Portaluppi ganhou com gol de Thaciano na partida disputada em Caxias do Sul

Porthus Junior / Agencia RBS

O Grêmio está nas quartas de final da Copa do Brasil. Na noite desta quinta-feira, o Tricolor nem precisou de uma postura muito ofensiva para ganhar novamente do Juventude e garantir a classificação. Thaciano, que entrou no lugar de Isaque no intervalo, fez o gol da vitória de 1 a 0 no Alfredo Jaconi.


Classificado, o Tricolor conhecerá seu adversário na próxima fase da Copa do Brasil no final da manhã desta sexta-feira, quando a CBF realizará o sorteio que definirá todo o chaveamento da competição até a decisão. Além do Grêmio estão também nas quartas de final Flamengo, Inter, São Paulo, Palmeiras, Cuiabá, América-MG e Ceará. 


O Grêmio volta a campo no domingo, às 20h30min, para encarar o Fluminense, no Maracanã, na abertura do segundo turno do Campeonato Brasileiro. Como o jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil ocorrerá já na próxima semana, a tendência é de que Renato Portaluppi poupe alguns titulares no Rio de Janeiro mesmo que o time de Odair Hellmann seja um adversário direto na briga por vaga no G-6 do Brasileirão.


Após a polêmica na partida contra o Bragantino, na segunda-feira, o volante Maicon foi mantido por Renato Portaluppi como titular. O treinador gremista escalou Cortez no lugar de Diogo Barbosa em uma ideia de fortalecer defensivamente o lado esquerdo. No setor ofensivo, Ferreira e Isaque voltaram à equipe, já que Luiz Fernando e Robinho não podem disputar a Copa do Brasil. No Juventude, sem contar com Renato Cajá e Capixaba, ambos com covid-19, o técnico Pintado optou por Neto e Rafael Silva para iniciar a partida.

 

Desde o começo do jogo, o Grêmio mostrou uma estratégia de jogar aproveitando a vantagem obtida na Arena com a vitória de 1 a 0 na semana passada. Mesmo diante de um adversário que disputa a Série B do Brasileirão, o Tricolor optou ter menos a posse de bola e atacar nos erros do Juventude.


Assim, a partida foi de poucas jogadas perigosas ao longo do primeiro tempo. Com maior iniciativa, o Juventude não teve força ofensiva para criar chances claras de gol. Com dificuldade para entrar na área gremista, bem protegida por Geromel e Kannemann, o Alviverde insistiu nos chutes de fora da área. Foram três dessa forma, mas nenhum que tenha levado perigo para Vanderlei.

 

No lado do Grêmio, Ferreira foi o único jogador que destacou na parte ofensiva. O garoto deu as duas primeiras finalizações gremistas no jogo, também sem muito perigo. Aos 39 minutos, o volante Maicon sentiu dores na coxa esquerda e precisou ser substituído. Lucas Silva entrou em seu lugar.


Logo depois, o Tricolor teve a grande chance da primeira etapa. Matheus Henrique recebeu de Isaque, invadiu a área e acabou travado por Marcelo Carné. A bola sobrou para Diego Souza, que chutou já sem goleiro, mas o zagueiro Nery Bareiro apareceu quase em cima da linha para impedir o gol gremista e manter o placar de 0 a 0 antes do intervalo. 

 

Renato fez mais uma mudança no intervalo: Thaciano no lugar de Isaque. O segundo tempo começou novamente com o Juventude tendo a iniciativa do jogo. O time da casa teve sua primeira grande chance aos 4, quando Neto chutou forte e Vanderlei fez a defesa para impedir o gol.


O Juventude voltou a ameaçar aos 7. O lateral Igor chutou uma bola sem ângulo e acertou o travessão. A essa altura já se notava Vanderlei aproveitando qualquer oportunidade para fazer cera para esfriar o ímpeto dos mandantes já que o Grêmio não encontrava opções ofensivas para ameaçar nem mesmo no contra-ataque.

 

Renato não se contentou em manter apenas o 0 a 0 e fez mais uma mudança no setor ofensivo com Jean Pyerre no lugar de Ferreira aos 21. A iniciativa de ter mais a bola para atacar deu resultado. Aos 24, Diego Souza fez o papel de garçom e cruzou na medida para Thaciano, que cabeceou como um centroavante para abrir o placar: 1 a 0.


Precisando de dois gols para levar a decisão para os pênaltis, o Juventude se desorganizou defensivamente e o Grêmio só não fez o segundo aos 30 graças a duas grandes defesas de Marcelo Carné. O goleiro pegou o chute de Jean Pyerre e teve agilidade para impedir também o gol de Diego Souza no rebote. 

 

Pintado ainda tentou duas trocas com Carlos Eduardo e Marciel nos lugares de Bochecha e Rafael Silva, mas o Juventude não teve força para buscar a reação. O Grêmio confirmou sua classificação para as quartas de final da Copa do Brasil mesmo sem ter feito grande atuação.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades