Publicidades

24/12/2020 | 05:19 | Esporte

Grêmio vence o São Paulo na Arena e abre vantagem na semifinal da Copa do Brasil

Equipe de Renato Portaluppi se classificará com qualquer empate na partida de volta no Morumbi

Félix Zucco / Agencia RBS

O torcedor do Grêmio ganhou um presente de Natal adiantado. Na noite desta quarta-feira (23), Diego Souza marcou o gol que garantiu a vitória de 1 a 0 sobre o São Paulo, na Arena, e a vantagem no confronto de semifinal da Copa do Brasil.

 

Após um primeiro tempo marcado por muitas disputas e poucas boas jogadas, o time gremista chegou ao gol na etapa final graças a uma bela jogada de Ferreira, que havia acabado de entrar. Com o resultado, o Grêmio precisa de apenas um empate no Morumbi, na próxima quarta-feira, para chegar a sua 9ª final de Copa do Brasil. 


O anúncio da escalação do Grêmio veio com uma surpresa. O técnico Renato Portaluppi optou por deixar Ferreira no banco e escalou Thaciano pelo lado direito do setor ofensivo.


— O São Paulo costuma jogar com quatro ou cinco jogadores no meio-campo. Se a gente viesse com a nossa formação normal poderíamos ter dificuldade. O Thaciano faz a bem a beirada e é um jogador a mais no meio — justificou Renato antes de a bola rolar na Arena.

 

A decisão de Renato de deixar um atacante agudo como Ferreira no banco em detrimento a Thaciano, um meia que costuma ser utilizado até mesmo como volante, simbolizou o que foi o primeiro tempo na Arena. Grêmio e São Paulo fizeram um jogo que teve a briga por espaços como marca e as chances de gol escassas nos primeiros 45 minutos.


O Grêmio até chegou a balançar as redes cedo. Aos 8, após falta batida por Diogo Barbosa pelo lado direito do ataque, Victor Ferraz superou Tiago Volpi com um desvio, mas o gol acabou anulado por impedimento de Diego Souza, que atrapalhou o goleiro são-paulino. O lance passou apenas uma falsa impressão de que a equipe gaúcha iria pressionar os visitantes.

 

Para contar a conhecida saída  desde a defesa da equipe de Fernando Diniz, o Grêmio fez uma marcação adiantada que teve efeito. Foram poucas as vezes que o time paulista conseguiu chegar rápido até o campo ofensivo. 


Quando teve a bola, porém, o Tricolor Gaúcho teve pouca efetividade. Aos 33, Geromel arriscou um bonito chute e mandou perto do travessão. A jogada, no entanto, acabou sendo negativa, pois o capitão sentiu dores na coxa esquerda e precisou deixar o jogo. Rodrigues entrou para formar a zaga com Kannemann.

 

Só após a saída de Geromel que Vanderlei fez a sua primeira defesa na partida. Depois de uma boa triangulação, Gabriel Sara chutou cruzado e goleiro gremista defendeu sem muita dificuldade. O São Paulo até ocupou mais o campo de ataque nos minutos finais, mas sem traduzir o crescimento em situações perigosas. 


O jogo teve outro panorama na etapa final. Em dois lances nos quais envolveu a marcação gremista, o São Paulo chegou perto do gol. Aos 5, Daniel Alves apareceu livre dentro da área. Ele bateu cruzado e Brenner chegou atrasado, perdendo a chance com o gol vazio. Logo depois, Luciano saiu na frente de Vanderlei, mas finalizou por cima.

 

Vendo sua equipe ser pressionada, Renato Portaluppi recorreu ao banco de reservas e chamou Ferreira e Lucas Silva para os lugares de Thaciano e Darlan. Em seu primeiro lance, Ferreira mostrou que pode ser titular. Ele recebeu lateral de Victor Ferraz, deixou Reinaldo para trás e bateu cruzado. Volpi fez a defesa parcial, mas Diego Souza foi esperto e mandou para as redes após a bola ainda desviar em Arboleda: 1 a 0. Foi um típico gol de centroavante, que só aconteceu graças a bela jogada individual de Ferreira. 


O São Paulo sentiu o gol do Grêmio e mostrou nervosismo. O Grêmio se aproveitou e quase chegou ao segunudo em falta batida por Jean Pyerre. Fernando Diniz tentou reagir com as entradas de Tchê Tchê e Vitor Bueno, mas não conseguiu. O jogo voltou a ter um ritmo parecido com o do primeiro tempo, muita disputa e pouca criação. 

 

Melhor para o Grêmio, que havia conseguido a vantagem com Diego Souza, que fez o papel de Papai Noel para dar um presente adiantado de Natal para a torcida gremista.


Copa do Brasil — Semifinal (ida) — 23/12/2020 

 

GRÊMIO (1)
Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel (Rodrigues, 34’/2ºT), Kannemann e Diogo Barbosa; Darlan (Lucas Silva, 16’/2ºT), Matheus Henrique; Thaciano (Ferreira, 16’/2ºT), Jean Pyerre (Everton, 37’/2ºT) e Pepê; Diego Souza (Churín, 37’/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

 

SÃO PAULO (0)
Tiago Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves (Vitor Bueno, 28’/2ºT) e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara, Igor Gomes (Toró, 41’/2ºT); Luciano (Tchê Tchê, 28’/2ºT) e Brenner
Técnico: Fernando Diniz

 

GOL: Diego Souza (G), aos 17min do 2º tempo.


CARTÕES AMARELOS: Thaciano, Matheus Henrique, Vanderlei (G); Bruno Alves, Daniel Alves, Gabriel Sara, Reinaldo (SP).
ARBITRAGEM: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Michael Correia. VAR: Rodrigo Nunes de Sá (quarteto fluminense).


LOCAL: Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades