Publicidades

27/12/2020 | 22:35 | Esporte

Grêmio vence o Atlético-GO e permanece em quinto no Brasileirão

Argentino Diego Churín, no segundo tempo, marcou o gol que garantiu os três pontos

Félix Zucco / Agencia RBS

No último jogo do ano pelo Brasileirão, neste domingo (27), na Arena, o Grêmio venceu o Atlético-GO por 2 a 1. Os gols gremistas foram marcados por Dudu (contra) e Churín, com Ferrareis descontando para os visitantes. A vitória foi conquistada com um time praticamente reserva, já que o Tricolor está de olho na semifinal da Copa do Brasil, e só não rendeu a entrada no G-4 porque o Inter também venceu nesta rodada. Mas agora o pensamento se volta para a decisão contra o São Paulo, na próxima quarta-feira (30). 


Inclusive, na escalação mandada a campo contra os goianos, alguns indícios do que Renato Portaluppi imagina para o duelo do Morumbi. A preservação de Rodrigues, por exemplo, mostra que Geromel ficará de fora do jogo de volta da semifinal. Já o atacante Alisson, que não atuava há quase dois meses, foi escalado para ganhar ritmo de jogo.

 

Apesar de descaracterizado, o Grêmio partiu para cima do adversário assim que a bola rolou. Logo no primeiro minuto, Churín foi lançado na área e carimbou o goleiro Jean. Em seguida, após cobrança de escanteio, foi a vez do jovem zagueiro Ruan cabecear no meio do gol.

 

Os atleticanos não se intimidaram e, sempre que podiam, saíam trocando passes desde a defesa, fugindo da marcação alta gremista. Assim, de pé em pé, equilibraram as ações e, aos 18, quase abriram o placar quando Vanderlei saiu mal do gol e foi driblado por Ferrareis. Atenta, a zaga afastou o cruzamento.

 

Aos poucos, o jogo começou a ficar nervoso, principalmente nas cobranças de escanteio em que o Atlético-GO posicionava todos os seus atletas na pequena área. Em uma destas jogadas ensaiadas, o Tricolor encaixou um contra-ataque com Alisson. O atacante limpou seu marcador e bateu firme, para defesa de Jean. Instantes depois, o travessão impediu que a rede balançasse em finalização de Ferreira.

 

Quando tudo indicava que o primeiro tempo terminaria empatado, o jovem lateral Vanderson foi à linha de fundo e cruzou para a área. Churín e Ferreira ensaiaram o cabeceio, mas Dudu cortou antes e marcou gol contra: 1 a 0. 

 

— É um cruzamento que o Renato me pediu durante a semana. Ele elogiou bastante esse meu fundamento. É algo que eu trabalho muito nos treinamentos e fui feliz na hora de cruzar. Deu tudo certo — disse o menino de 19 anos, que fez sua estreia como profissional.

 

Na volta do intervalo, os visitantes se jogaram em busca do empate. De tanto insistir, igualaram o placar em cruzamento na área, aos 11, que encontrou a cabeça de Ferrareis.

 

A reação tricolor veio a galope. Aos 16, Pinares deu pelo passe de cavadinha, que encontrou Churín. O centroavante não perdoou e estufou as redes. Como o auxiliar assinalou impedimento, o VAR foi acionado e, enfim, o gol validado.

 

A vantagem fez com que Renato acionasse o banco. A ideia inicial era poupar Alisson, mas o garoto Vanderson tombou com câimbras, obrigando Thaciano a ser improvisado na lateral.

 

Do outro lado do campo, o Atlético-GO não se rendia. No último suspiro, Chico bateu de longe e Vanderlei espalmou. Estavam garantidos mais três pontos na conta tricolor.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades