Publicidades

05/02/2021 | 05:28 | Política

Osmar Terra vira réu por suspender edital da Ancine para projetos com temática LGBT+

MPF pede que Terra tenha os direitos políticos suspensos por oito anos

Na época dos fatos que motivaram a denúncia, Terra era ministro da Cidadania - FÁTIMA MEIRA / FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A 11ª Vara Federal do Rio de Janeiro tornou réu por improbidade o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS). Ele é acusado de agir com discriminação ao suspender, em 2019, um edital da Agência Nacional de Cinema (Ancine) com temática LGBT+. À época, Terra era ministro da Cidadania. 

 

O Ministério Público Federal (MPF) pede que Terra seja condenado à perda do mandato e tenha os direitos políticos suspensos por oito anos. Os procuradores pediram devolução de R$ 1,78 milhão (valor do suposto prejuízo) e multa de R$ 3,56 milhões.


A coluna procurou a assessoria de Osmar Terra, que informou que o deputado não pretende se manifestar sobre o assunto no momento.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades