Publicidades

11/03/2021 | 05:35 | Esporte

Grêmio goleia o Ayacucho e encaminha classificação à próxima fase da Libertadores

Diego Souza marcou três vezes e foi o grande nome da noite na Arena

Marco Favero / Agencia RBS

O Grêmio arrancou com goleada no primeiro mata-mata da fase preliminar da Libertadores contra o frágil Ayacucho-PER. Na noite desta quarta-feira, na Arena, o Tricolor aplicou 6 a 1 nos peruanos. David Braz, Ferreira e Diego Souza, duas vezes, marcaram os gols gremistas no primeiro tempo enquanto o garoto Guilherme Azevedo e novamente Diego Souza ampliaram na etapa final, que teve o zagueiro Quina anotando para os peruanos após falha do goleiro Vanderlei. 


Com o resultado, o time gaúcho poderá perder por até quatro gols de diferença em Quito, no Equador, na próxima terça-feira, às 21h30min, que ainda assim avançará para a próxima etapa preliminar da Libertadores.


Antes do compromisso pelo torneio continental, o Grêmio entrará em campo no sábado, às 18h, para enfrentar o Esportivo, pelo Gauchão. Em razão da disputa final da Copa do Brasil que obrigou a remarcação dos jogos contra Caxias e São José, o confronto na Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, será apenas a segunda partida gremista no Estadual.

 

Tão pedido no time para a final contra o Palmeiras, o atacante Ferreira foi escalado por Renato Portaluppi como titular para a estreia do Grêmio na Libertadores. O anúncio da escalação também confirmou o retorno de Vanderlei ao gol e a chance para César Pinares ser o meia central da equipe. Na zaga, a surpresa ficou por conta da presença de David Braz no lugar de Kannemann, que sobrou até mesmo do banco de reservas em razão de dores musculares. 
Contra um adversário tão fraco, o Grêmio tinha a missão de ditar o ritmo do jogo e fez isso desde o apito inicial do árbitro equatoriano Augusto Aragon. O Tricolor ocupou o campo de ataque fazendo uma blitz que não demorou para dar resultado. Depois de duas chances criadas, David Braz abriu o placar aos três minutos completando uma bela jogada. Maicon deu uma cavadinha para a área, onde Pinares serviu o zagueiro, que só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio.


A pressão gaúcha seguiu e obrigou o goleiro Cavallotti a trabalhar. Foram quatro defesas seguidas do argentino, três delas em finalizações do centroavante Diego Souza. Do outro lado, Vanderlei não mostrou a mesma segurança e, após uma má saída do gol, deu uma oportunidade para o Ayacucho levar perigo aos 23.

 

O lance deu ânimo para o time peruano tentar atacar, mas a ousadia foi logo castigada. Aos 27, com o Ayacucho tendo sete jogadores no campo de ataque, o Grêmio encaixou uma transição rápida e Pinares acionou Ferreira. O garoto driblou o goleiro e mandou para o gol vazio: 2 a 0.


O terceiro veio logo em seguida em pênalti de Mendieta em Alisson. Dessa vez, Diego Souza conseguiu superar o goleiro do Ayacucho. O artilheiro gremista cobrou no alto e forte, sem nenhuma chance para Cavallotti. 

 

O jogo estava tão fácil que ainda deu tempo de Diego Souza fazer o quarto antes do intervalo. Aos 40, ele passou na força pelos zagueiros do Ayacucho e soltou a bomba no canto esquerdo do goleiro para balançar as redes novamente: 4 a 0. 


O Grêmio voltou para o segundo tempo com Cortez no lugar de Diogo Barbosa e seguiu com domínio total do jogo. Em alguns momentos, por exagerar nas individualidades, os jogadores gremistas perdiam oportunidades de um lance melhor. Aos 10, Pinares não foi fominha e serviu Ferreira, que bateu colocado, mas mandou para fora de dentro da área peruana.

 

Renato mexeu mais duas vezes na equipe antes dos 20 minutos com Isaque e Guilherme Azevedo entrando nos lugares de Maicon e Alisson. 

 

A superioridade gremista seguiu, mas uma falha de Vanderlei custou caro em um dos raros ataques do Ayacucho. O goleiro saiu novamente mal em um escanteio e Quina aproveitou para mandar para o gol vazio e descontar.


O jogo chegou a ter momentos de nervosismo com atletas dos dois times trocando empurrões antes do Grêmio chegar ao quinto gol com o garoto Guilherme Azevedo. Ele recebeu na entrada da área, cortou o marcador e chutou forte para balançar as redes. Antes do apito final, Diego Souza ainda marcou o seu terceiro gol na partida e definiu o placar de 6 a 1 para o Grêmio.

 

FICHA TÉCNICA
Libertadores – Fase preliminar - 10/3

 

GRÊMIO
Vanderlei; Vanderson, Paulo Miranda, David Braz e Diogo Barbosa (Cortez, INT); Matheus Henrique (Lucas Silva, 35’/2ºT) e Maicon (Isaque, 17’/2ºT); Alisson (Guilherme Azevedo, 17’/2ºT), Pinares (Thaciano, 29’/2ºT) e Ferreira; Diego Souza. Técnico: Renato Portaluppi

 

AYACUCHO
Cavallotti; Salazar  (Lavandeira, 35’/2ºT), Carlos Beltrán, Quina e Mendieta (Joaquín Aguirre, 46’/2ºT); Posito (Regalado, INT), Paucar (Aoki, INT), Firpo e Leandro Sosa; Ardiles (Villamarín, 26’/2ºT) e Othoniel Arce. Técnico: Walter Fiori

 

GOLS: David Braz (G), aos 3min, Ferreira (G), aos 27min, Diego Souza (G), aos 32min, e aos 40min do 1º tempo; Quina (A), aos 27min , Guilherme Azevedo, aos 33min, Diego Souza (G), aos 40min do 2º tempo.

 

CARTÕES AMARELOS: Matheus Henrique (G); Salazar, Mendieta (A)

 

ARBITRAGEM: Augusto Aragon, auxiliado por Byron Romero e Andres Tola (trio equatoriano).  

 

LOCAL: Arena do Grêmio, em Porto Alegre

 

Próximo jogo
Sábado, 13/3 - 18h
Esportivo x Grêmio
Montanha dos Vinhedos - Gauchão (4ª rodada)

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades