Publicidades

19/03/2021 | 22:01 | Esporte

Grêmio vence Aimoré na Arena, se mantém 100% e assume liderança do Gauchão

Com três vitórias em três rodadas, equipe pode ser ultrapassada no complemento da rodada

André Ávila / Agencia RBS

O Grêmio venceu o Aimoré por 2 a 0 na noite desta sexta-feira (19), na Arena, na abertura da quinta rodada do Gauchão, e manteve o 100% de aproveitamento na competição. Em mais uma boa atuação da gurizada, Guilherme Azevedo e Ricardinho anotaram os gols gremistas no primeiro tempo. Estreante como titular, o meia Pedro Lucas foi um dos destaques da noite tricolor, que teve uma atuação brilhante do goleiro Brenno na etapa final. 


Com a vitória, o Grêmio chegou aos mesmos nove pontos do São Luiz e assumiu a liderança do Gauchão pelo saldo de gols. Mesmo que o time de Ijuí some pontos diante do Pelotas no domingo, no complemento da rodada, o Tricolor terá a oportunidade de retomar o primeiro lugar novamente na segunda-feira, quando enfrentará o São José, no Passo D’Areia, em jogo atrasado da terceira rodada.


Com Pedro Lucas como substituto de Thaciano, o Grêmio teve em sua escalação o lateral-esquerdo Cortez como único jogador sem passagem pela base. E a gurizada gremista mostrou uma postura ofensiva desde o início da partida mesmo que o Aimoré tenha apresentado uma boa capacidade de marcação na maior parte do primeiro tempo na Arena.


Com um bloqueio defensivo que funcionava, o Índio Capilé teve a primeira chance de gol em um contra-ataque. Aos 10 minutos, o lançamento de Érico Júnior pegou a defesa gremista mal posicionada e Neto Baiano saiu a cara com Brenno, que fechou bem o ângulo e viu o chute do centroavante se perder pela linha de fundo. Passado o susto, o Tricolor finalizou pela primeira vez com perigo aos 15. Ferreira arriscou da entrada da área e o goleiro Raul defendeu em dois tempos.

 

O Grêmio começou a furar a marcação do Aimoré a partir das ações de Pedro Lucas. O meia, que estreava como titular entre os profissionais, mostrou personalidade e qualidade para encontrar os companheiros com bons passes. Em um deles, tocou na área para Guilherme Azevedo, que foi derrubado pelo zagueiro Ricardo Thalheimer: pênalti. O próprio Azevedo cobrou e abriu o placar aos 32.

 

O Aimoré reagiu rápido e quase empatou três minutos depois. Em cobrança de falta ensaiada, Neto Baiano subiu sozinho na pequena área, mas não conseguiu dar a direção correta na bola.

 

O Grêmio, no entanto, seguiu melhor e chegou ao segundo gol ainda antes do intervalo. O lance também teve como origem uma cobrança de falta. Após batida de Lucas Araújo, Ricardinho ganhou a dividida com Raul e mandou para as redes diante da reclamação dos jogadores do Aimoré que pediram falta em seu goleiro. Ricardinho, que chorou durante a comemoração, explicou sua emoção na ida para o intervalo.

 

— Me emocionei porque depois de terça recebi a notícia da morte de um cara no futebol que foi um pai para mim, o Araújo. Ele morreu de Covid-19. Fiquei muito abalado porque ele era um pai para mim. Este gol é para ele. Até fiz o "A" de Araújo. Esse gol foi para ele — contou.

 

A bola mal rolou para o segundo tempo e Ferreira já deu trabalho para Raul, que teve dificuldade para defender o chute de fora da área do atacante gremista. O Aimoré respondeu com Neto Baiano, que finalizou bem, mas Brenno fez a defesa firme mostrando segurança. No lance seguinte, a intervenção do goleiro tricolor não foi apenas segura. Foi espetacular. Em cabeçada à queima-roupa de Érico Júnior, o goleiro gremista mostrou poder de reação para dar um tapa e mandar a bola para escanteio.

 

O jogo foi bastante franco no segundo tempo. Enquanto o Aimoré tentava descontar o prejuízo, o Grêmio não deixava de buscar o terceiro gol, principalmente com Ferreira, que deu trabalho para o goleiro Raul. Com o cronômetro se aproximando dos 30 minutos, Alexandre Mendes fez as primeiras mudanças com Fernando Henrique e Léo Chú nos lugares de Lucas Araújo e Guilherme Azevedo. 

 

O Aimoré voltou a levar perigo e novamente parou no paredão Brenno. Dessa vez, a tentativa foi de Isaías no contrapé, mas o goleiro gremista esticou o braço para manter o 2 a 0. Assim, com os gols de Guilherme Azevedo e Ricardinho no primeiro tempo e uma atuação de gala de Brenno na etapa final, o Tricolor confirmou a vitória e assumiu a liderança do Gauchão.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades