Publicidades

18/05/2021 | 11:29 | Polícia | Trânsito

Depois do vídeo onde dizia para filha que iriam se matar em acidente, mulher tem prisão preventiva decretada

Reprodução/Agora no Vale

A mulher de 34 anos ferida gravemente no acidente ocorrido na tarde desta segunda-feira (17) na BR-386, em Lajeado, teve a prisão preventiva decretada. Conforme a delegada regional de polícia, da 19ª Delegacia de Polícia Regional de Lajeado, Shana Luft Hartz, embora o estado de saúde da mulher seja crítico, que tenha exigido até mesmo a transferência para o HPS de Canoas, ela está com mandado de prisão decretado. “Este mandado refere-se a tentativa de homicídio da filha, uma criança de apenas dois anos que estava junto no veículo”, explica a delegada.

 

O acidente ocorreu na tarde desta segunda-feira, na BR-386, no Bairro Olarias, em Lajeado, quando o veículo conduzido pela mulher colidiu de frente em um caminhão. Logo em seguida, uma Tucson acabou se envolvendo no acidente. Em depoimento à polícia, o condutor do caminhão disse que o veículo teria mudado o sentido do tráfego para colidir de frente com o caminhão. “Claro que podem ocorrer problemas mecânicos e ela ter perdido o controle do automóvel, a gente não tem esta informação”, complementa a delegada regional.

 

A delegada Shana fala ainda sobre o vídeo que circula nas redes sociais. Na gravação uma mulher fala para uma menina, que está dentro do automóvel que elas iriam se matar, e pede para que a menina se despeça do pai. De acordo com a delegada, a mulher e a menina que aparecem no vídeo são as mesmas pessoas envolvidas no acidente. “Existem dois vídeos. Aquele que está circulando nas redes, um que supostamente seria da condutora, andando pela rodovia e logo após as imagens do acidente. Tudo indica que o vídeo é autêntico, sim”, destaca.

 

A mulher foi transferida ainda na noite desta segunda-feira do Hospital Bruno Born (HBB) de Lajeado para o Hospital de Pronto-Socorro de Canoas (HPS), por conta do estado crítico de saúde. A menina de apenas dois anos sofreu apenas ferimentos leves. Os dois motoristas envolvidos – do caminhão e da Tucson – não se feriram. A polícia aguarda agora a recuperação da condutora para dar sequência às investigações.

Fonte: Agora no Vale

Mais notícias desta categoria

Publicidades