Publicidades

26/05/2021 | 21:00 | Esporte

Inter empata com Always Ready e confirma liderança do Grupo B da Libertadores

Colorado terá a vantagem de decidir confronto das oitavas de final no Beira-Rio

Marco Favero / Agencia RBS

A classificação veio, o primeiro lugar também. Mas o Inter sai da fase de grupos da Libertadores devendo atuações mais consistentes. Contra o Always Ready, lanterna do Grupo B, o time não saiu do 0 a 0, em casa, e só ficou na liderança porque o Olimpia ganhou do Táchira. Foram 10 pontos de 18 possíveis numa chave considerada fácil quando sorteada.


Ramírez descansou alguns jogadores, como Dourado e Moisés, nitidamente desgastados. Devolveu Cuesta, que havia ficado fora do Gre-Nal por dores. Taison recuperou lugar. Mas o mais importante foi a alteração tática proposta pelo treinador. O time foi escalado no 3-5-2. 

 

O trio defensivo teve Lucas Ribeiro, Lindoso e Cuesta, Saravia e Léo Borges avançados pelos lados, Edenilson e Nonato mais à frente, Taison como armador e uma dupla de ataque, Palacios e Thiago Galhardo. Algo parecido com o que havia ocorrido no Gre-Nal.


Desde o começo o Inter tratou de se impor. Com troca de passes e centralizando tudo em Taison, o time de Ramírez partiu para cima e sufocou os bolivianos. Poderia ter aberto o placar aos oito minutos, quando Saravia recebeu de Taison e bateu forte. Lampe voou e espalmou. Esteve perto novamente dois minutos mais tarde. Léo Borges recuperou a bola no ataque, Taison pegou a sobra e passou a Galhardo. De primeira, de pé esquerdo, o atacante bateu e o goleiro salvou.

 

Aos 14, outra chance claríssima. Lucas Ribeiro achou Saravia pela direita, nas costas da zaga. O argentino fez um cruzamento perfeito. Galhardo, livre, desimpedido e equilibrado, cabeceou para fora.

 

Por volta da metade do primeiro tempo, Ramírez fez uma troca. Abriu Taison na esquerda, Palacios na direita e voltou a montar o time com pontas. Lindoso permanecia como terceiro zagueiro. Aos 31, Taison novamente deu um presente a um companheiro. 

 

Desta vez foi Palacios quem olhou, ajeitou e chutou para fora. Antes do intervalo, deu tempo para Galhardo perder mais duas chances, ambas por não acreditar em falhas dos defensores em cruzamentos. Mas o fato é que o time criou menos quando abriu seus atacantes.

 

Apesar disso, voltou do vestiário no mesmo formato, com Palacios na direita e Taison na esquerda. Com cinco minutos, Ramírez chamou Mauricio para fazer a primeira troca. Saiu Mauricio. Com isso, Palacios foi para a esquerda e Mauricio, para a direita.

 

O segundo tempo tinha ritmo mais lento do que o primeiro. Então só uma bola parada voltou a levar perigo, aos 10. Edenilson cobrou, Palacios antecipou, mas cabeceou para fora. Pouco depois, Taison iniciou a jogada, tabelou com Galhardo, que deu para Saravia. O lateral driblou dois e bateu, Lampe salvou.

 

Aos 18, o Always Ready teve a melhor de suas chances. Taison foi desarmado e Mosquera arrancou da linha do meio-campo. O atacante conduziu, levou e chutou. Lomba, no um contra um, fez grande defesa.

 

No minuto seguinte, mais uma oportunidade colorada. Léo Borges avançou pela esquerda e cruzou. Mauricio dominou e bateu, a bola desviou e saiu por cima do travessão.

 

Ramírez fez mais duas trocas na metade do segundo tempo: Lucas Ramos e Caio Vidal por Lindoso e Palacios. Aos 28, mais uma conclusão colorada, curiosamente em contra-ataque. Galhardo ganhou uma disputa aérea e tocou para Mauricio, que avançou pela esquerda, deu o tempo e passou para Taison. Seu chute de primeira foi no canto, Lampe fez grande defesa.

 

Guerrero e Dourado ainda entraram depois dos 30. Mas o Inter não fez muito mais para vencer. E termina a fase de grupos tendo somado apenas um ponto contra o Always Ready. Há muito a ser feito.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades