Publicidades

03/06/2021 | 21:06 | Esporte

Inter vence o Vitória no Barradão e abre vantagem na Copa do Brasil

Thiago Galhardo, de pênalti, marcou o único gol do jogo no Barradão

Ricardo Duarte / Inter/Divulgação

O Inter venceu o Vitória por 1 a 0 e ficou a um empate de se classificar para as oitavas de final da Copa do Brasil. O resultado veio graças a um gol de pênalti de Thiago Galhardo, depois de um primeiro tempo sonolento, mas de boa atuação na segunda etapa. A partida marcou o retorno de Boschilia, que estava fora havia oito meses. Antes da partida de volta, marcada para a semana que vem, os colorados permanecem no Nordeste e vão ao Ceará enfrentar o Fortaleza pelo Brasileirão.

 

Ramírez apresentou novidades há muito tempo pedidas, especialmente nas redes sociais. No gol, Daniel enfim recebeu uma oportunidade com o time principal. No meio, Johnny ganhou chance de ser o primeiro volante. Na frente, recuperado de lesão, Patrick voltou a ser o ponta esquerda, com Caio Vidal na direita e Yuri Alberto de centroavante.


O começo do jogo foi complicado. Parecendo sofrer com a falta de entrosamento, o Inter foi acossado pelo Vitória. Foram cruzamentos em sequência, quase todos perigosos, mas que não resultaram em conclusões. A saída de bola esteve arriscada demais e lenta demais, sem progredir como deveria. Os passes laterais em excesso pouco incomodavam os baianos, que atacavam mais diretamente. Claro que quando funcionava, a troca de passes até levava a um envolvimento e deixava em boa condição, mas isso só deu certo uma vez nos primeiros 15 minutos. O chute de Yuri Alberto, porém, foi fraco, nas mãos do goleiro. A jogada certa teria sido devolver a Edenilson, que entrava de frente.

 

O Vitória fez Daniel trabalhar aos 36. Guilherme Santos conduziu da direita para a esquerda e bateu cruzado, de longe. O goleiro colorado voou e espalmou.

 

Só dois minutos mais tarde o Inter de fato assustou. Yuri Alberto estava atento para interceptar um passe na intermediária. A bola se apresentou para Johnny, que acionou Patrick. O ponteiro foi ao fundo e cruzou para trás. Edenilson, sozinho, equilibrado bateu de pé esquerdo, por cima.

 

O primeiro tempo se arrastou até o final sem que houvesse mais lances perigosos. A segunda etapa também teve um início de lentidão e riscos por parte do Inter. Mas desta vez levou menos tempo para criar. Aos cinco minutos, criou a melhor chance. Yuri escorou para Taison, que deu um passe perfeito, na medida para Caio Vidal. Cara a cara com o goleiro, o atacante chutou em cima de Ronaldo.

 

O Inter havia aumentado a velocidade no segundo tempo. Aparentando mais interesse em abrir o placar, passou a acelerar, quase sempre tendo Taison como o motor. Mas faltava qualidade para dar o último passe ou coragem para arriscar algo diferente.

 

Aos 16, Ramírez fez três trocas: saíram Patrick, Edenilson e Yuri Alberto, entraram Thiago Galhardo, Mauricio e Boschilia, que não jogava havia oito meses em razão de uma ruptura do ligamento cruzado do joelho.

 

Galhardo precisou de 10 minutos para ser decisivo no ataque. Aos 26, ele conseguiu dominar um cruzamento de Moisés e girar. Quando se armava para bater, foi agarrado por Wallace. Pênalti. Ele mesmo cobrou e converteu, Inter 1 a 0.

 

Na sequência do gol, Ramírez tirou Caio Vidal e colocou Lucas Ramos. Com isso, Mauricio foi deslocado para o lado direito do ataque.

 

Aos 34, Taison quase teve sua atuação premiada com um gol. Ele arrancou pelo meio e arriscou. A bola desviou em Wallace, passou por Ronaldo e explodiu no travessão. 

 

Foi a última jogada do camisa 10, que saiu para a entrada de Lucas Mazetti. Originalmente lateral, ele fez os minutos finais como meia pela direita.

 

O Vitória ainda reclamou de um pênalti, em um lance de Lucas Ribeiro com Roberto. A imagem de trás do gol deixou claro que o lance foi uma tentativa de cavar do jogador do Vitória.

 

O Inter conseguiu segurar o resultado sem correr tantos riscos. O segundo tempo justificou a vantagem. Está a um empate das oitavas de final.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades