Publicidades

13/06/2021 | 18:21 | Esporte

Grêmio perde para o Athletico-PR e segue sem pontuar no Brasileirão

Tricolor sofreu, na Arena, a segunda derrota em dois jogos no campeonato

Félix Zucco / Agencia RBS

O Grêmio foi totalmente controlado pelo Athletico-PR neste domingo (13), na Arena, e sofreu a sua segunda derrota no Campeonato Brasileiro. O gol da vitória paranaense por 1 a 0 foi marcado por Matheus Babi aos 43 minutos do primeiro tempo.


Com o resultado, o Tricolor segue sem nenhum ponto no Brasileirão após dois jogos. Com 100%, Athletico-PR chegou a nove pontos. O time gremista tentará recuperação na próxima quinta-feira, quando enfrentará o Sport, na Ilha do Retiro.

 

O técnico Tiago Nunes surpreendeu na escalação gremista ao sacar Jean Pyerre do time. Com Luiz Fernando como atacante pelo lado direito, o garoto Jhonata Robert foi para a faixa central formar o trio de meio-campo com Thiago Santos e Matheus Henrique, de volta após defender a seleção brasileira olímpica em amistosos na Sérvia. No Athletico-PR, a novidade foi no esquema tático. O português Antônio Oliveira apostou em uma formação com três zagueiros pela primeira vez no Brasileirão.


O Furacão assustou logo aos 30 segundos. Vitinho fez o cruzamento da esquerda, a bola passou por Matheus Babi, mas Nikão apareceu no segundo pau para desviar e parar em defesa de Brenno. A jogada foi um sinal das dificuldades que o Athletico-PR iria impor na Arena.

 

O Grêmio pareceu surpreendido pela formação do Rubro-Negro, que se posicionava sem a bola com cinco defensores e uma linha de quatro homens no meio-campo, o que fechava os espaços do Tricolor. Tiago Nunes passou os primeiros minutos chamando atenção de seus jogadores para tentar corrigir o posicionamento da equipe.

 

Sem conseguir ter o controle do jogo em nenhum momento na primeira etapa, o Grêmio começou a insistir em bolas longas que tiveram pouco efeito. O time gaúcho teve apenas uma finalização perigosa de dentro da área, com Diego Souza, que apanhou cruzamento de Cortez aos 15 e mandou por cima. Aos 30, Ferreira tentou de média distância e mandou perto.

 

Além de marcar bem, o Athletico-PR era eficiente nas suas saídas pelos lados do campo, onde Marcinho e Abner Vinícius se associavam a Nikão e Vitinho. Em uma jogada do ala-direito, o time paranaense chegou ao gols 43 minutos.


Marcinho arrancou, fez a diagonal e encontrou um belo passe para Matheus Babi, que bateu na saída de Brenno. O lance foi inicialmente anulado por impedimento, mas o gol acabou confirmado após revisão do VAR. O Grêmio, assim, foi em desvantagem para o intervalo.

 

Apesar do placar desfavorável, Tiago Nunes optou por não mexer para o começo da etapa final. No Athletico, Léo Cittadini entrou na vaga do amarelado Christian. O Grêmio até tentou uma pressão inicial, mas logo o jogo voltou para o ritmo do primeiro tempo, com os paranaenses controlando os espaços apesar da posse de bola ser maior do Tricolor. Sem ver seu time melhor, Tiago Nunes chamou Maicon aos 15 minutos. O camisa 8 entrou no lugar de Luiz Fernando.

 

Quando Maicon ainda dava os primeiros passos no gramado, o Athletico-PR quase marcou o segundo gol. Geromel e Kannemann se atrapalharam na saída de bola, Matheus Babi roubou e tocou para Nikão, que finalizou à esquerda da meta de Brenno.

 

Com a entrada de Maicon, Tiago Nunes inverteu Ferreira para o lado direito e Jhonata Robert passou a jogar pela esquerda do ataque. A tentativa do treinador, porém, não teve resultado e o Grêmio seguiu sem ameaçar o goleiro Santos. Aos 27, mais duas mudanças: Vanderson e Ricardinho por Rafinha e Thiago Santos.

 

Nada que Tiago Nunes tentava funcionava. Mesmo com Ricardinho ao lado de Diego Souza na frente, o Grêmio seguiu com dificuldade para ameaçar Santos. O Athletico manteve a marcação eficiente e garantiu sua terceira vitória no Brasileirão. O Tricolor tentará somar seus primeiros pontos na próxima quinta-feira, diante do Sport.

 

Brasileirão — 3ª rodada) — 13/6/2021

 

GRÊMIO (0)
Brenno; Rafinha (Vanderson, 27’/2ºT), Geromel, Kannemann e Cortez; Thiago Santos (Ricardinho,  27’/2ºT) e Matheus Henrique (Jean Pyerre, 38’/2ºT); Luiz Fernando (Maicon, 15’/2ºT), Jhonata Robert (Léo Chú, 38’/2ºT) e Ferreira; Diego Souza.
Técnico: Tiago Nunes.

 

ATHLETICO-PR (1)
Santos; José Ivaldo, Pedro Henrique e Thiago Heleno; Marcinho (Khellven, 34’/2ºT), Richard, Christian (Léo Cittadini, INT) e Abner Vinicius; Nikão (Terans, 20’2ºT), Matheus Babi (Renato Kayzer, 34’/2ºT) e Vitinho (Carlos Eduardo, 30’/2ºT).
Técnico: Antônio Oliveira.

 

GOLS: Matheus Babi (A), aos 43min do 1º tempo

CARTÕES AMARELOS: Thiago Santos, Matheus Henrique, Rafinha, Maicon (G); Christian, Matheus Babi, Richard, Khellven (A)

ARBITRAGEM: Ricardo Marques Ribeiro, Celso Luiz da Silva e Leonardo Henrique Pereira (trio mineiro). VAR: José Alexandre Barbosa Lima (Rio de Janeiro).  

 

LOCAL:  Arena, em Porto Alegre (RS)

Próximo jogo
Sport x Grêmio
Quinta-feira, 17/6 - 21h
Ilha do Retiro – Brasileirão (4ª rodada)

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades