Publicidades

13/07/2021 | 21:25 | Esporte

Grêmio bate a LDU e larga em vantagem nas oitavas de final da Sul-Americana

Com gol de Léo Pereira na primeira etapa, Tricolor quebrou sequência de nove jogos sem vitórias

LUCAS UEBEL / Grêmio/ Divulgação

O Grêmio venceu a LDU por 1 a 0 na noite desta terça-feira, no Estádio Casa Blanca, em Quito, e abriu vantagem no confronto de oitavas de final da Copa Sul-Americana. O gol gremista foi marcado por Léo Pereira, que aproveitou um lindo cruzamento de Jean Pyerre aos 18 minutos do primeiro tempo.

O resultado conquistado no Equador quebrou o jejum do Grêmio após nove jogos sem vitórias na temporada. O último triunfo havia sido sobre o Santa Cruz, na Recopa Gaúcha, em 6 de junho. O Tricolor vinha ainda de cinco partidas sem sequer marcar um gol no Campeonato Brasileiro. O Grêmio retorna campo no sábado (17), às 21h, para enfrentar o Fluminense, no Maracanã, pelo Brasileirão. A volta contra a LDU está marcada para a próxima terça-feira (20), quando o Tricolor terá a vantagem do empate para confirmar a classificação para as quartas de final.

Com um total de 10 desfalques na delegação que viajou ao Equador, levando em conta convocações para a seleção olímpica, lesões e preservações, o Grêmio ainda teve Douglas Costa fora da equipe que iniciou a partida contra a LDU. Com isso, Jean Pyerre ocupou a vaga de meia central atrás de Diego Souza com a manutenção do esquema 4-2-3-1 utilizado no Gre-Nal. O meio-campo ainda teve Lucas Silva ao lado de Fernando Henrique enquanto Ruan e Vanderson entraram naturalmente na defesa nas vagas de Geromel e Rafinha.

Diante de um adversário com uma proposta de colocar muitos jogadores no setor ofensivo, o Grêmio iniciou a partida preocupado em defender sua área. Com Lucas Silva e Fernando Henrique posicionados na frente da zaga, Alisson e Léo Pereira tiveram o papel de acompanhar as subidas dos laterais equatorianos, que iam constantemente ao ataque. Mesmo Jean Pyerre e Diego Souza recuavam para tentar as fechas as linhas de passes do adversário.

Mesmo com o bloco defensivo bem montado por Felipão, a LDU conseguiu levar perigo duas vezes no começo da partida. Aos 4 minutos, Luis Amarilla dominou na área após desvio de Jhojan Julio e chutou cruzado para grande defesa de Gabriel Chapecó. Destaque no Gre-Nal do último sábado, o goleiro gremista voltou a aparecer bem aos 16, novamente em chute do paraguaio Amarilla, quando mandou a bola para escanteio.

Desse quase gol da LDU surgiu a jogada que mudou o rumo da partida. Após o escanteio, o Grêmio conseguiu um contra-ataque puxado por Vanderson, que bateu forte demais no cruzamento. Enquanto a defesa equatoriana parou, Jean Pyerre acreditou e conseguiu a buscar a bola antes da saída pela linha lateral. O meia mostrou toda a sua qualidade na sequência com um cruzamento primoroso para Léo Pereira desviar e acabar com o jejum de gols do Grêmio após cinco jogos: 1 a 0.

O gol mudou o ritmo da partida. A LDU mostrou nervosismo e começou a cometer muitos erros em sua saída de bola, o que dava ao Tricolor a possibilidade de atacar em transições. Faltou ao time gaúcho, porém, acertar o último passe no campo de ataque.

Os mandantes voltaram a levar perigo apenas aos 36, quando Julio chutou colocado e Chapecó espalmou para a linha de fundo. O Grêmio quase ampliou nos acréscimos, com Jean Pyerre aparecendo novamente como garçom. Ele deixou Alisson cara a cara com Gabbarini, mas o atacante gremista parou no goleiro equatoriano. O Tricolor foi mesmo com a vantagem de 1 a 0 para o intervalo.

A volta do segundo tempo manteve o padrão da etapa inicial. Com uma marcação encaixada, o Grêmio fechava os espaços da LDU e conseguia sustentar a vantagem sem sofrimento. O técnico do time equatoriano então resolveu três trocas aos 10 minutos. Pablo Marini mexeu na lateral direita e no ataque com Perlaza, Kevin Mercado e Reascos nos lugares de Quintero, Amarilla e Zunino.

As mudanças fizeram bem para a LDU, que voltou a levar perigo. Aos 18, Ayala chutou de fora da área e mandou perto do gol de Chapecó. O susto foi maior ainda no lance seguinte, quando Reascos subiu entre a zaga gremista e testou uma bola que tirou tinta da trave esquerda.

Com a melhora dos equatorianos, Felipão começou a mexer na equipe. Primeiro, Ricardinho entrou no lugar de Diego Souza. Em seguida, Douglas Costa foi a opção para a vaga de Jean Pyerre.  As outras trocas vieram na sequência com objetivo de recuperar o fôlego pelo lado esquerdo e centro do campo: Léo Chú e Mateus Sarará por Alisson e Lucas Silva.

A reta final foi de pressão da LDU, mas o Grêmio soube segurar. Mesmo na altitude, o time gaúcho teve forças para defender o gol de Chapecó, garantir a quebra do jejum sem vitória e a vantagem no confronto de oitavas de final da Sul-Americana. Um empate bastará em Porto Alegre para o Tricolor avançar para as quartas.

FICHA TÉCNICA
Copa Sul-Americana — Oitavas de final (ida) - 13/7/2021

LDU
Gabbarini; José Quintero (Perlaza 10’/2ºT), Guerra, Luis Caicedo e Ayala (Muñoz, 39’/2ºT); Piovi e Alcivar (Kaprof, 30’/2ºT); Zunino (Kevin Mercado, 10’/2ºT), Jhojan Julio e Billy Arce; Luis Amarilla (Reascos, 10’/2ºT). Técnico: Pablo Marini.

GRÊMIO
Gabriel Chapecó; Vanderson, Ruan, Kannemann e Cortez; Fernando Henrique e Lucas Silva (Sarará, 32’/2ºT); Léo Pereira, Jean Pyerre (Douglas Costa, 30’2ºT) e Alisson (Léo Chú, 32’/2ºT); Diego Souza  (Ricardinho, 23’/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

GOL: Léo Pereira (G), aos 18min do 1º tempo
CARTÕES AMARELOS: Piovi, Guerra (L); Fernando Henrique, Alisson (G)
ARBITRAGEM: Cristian Garay, auxiliado por Claudio Rios e Christian Schiemann (trio chileno). VAR: Mario Díaz de Vivar (Paraguai).     
LOCAL: Estádio Casa Blanca, em Quito

Próximo jogo  
Sábado, 17/7 - 21h
Fluminense x Grêmio
Maracanã – Brasileirão (12ª rodada)

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades