Publicidades

11/08/2021 | 09:28 | Política

Administração Municipal publica nota após Legislativo rejeitar projeto que daria o titulo de Cidade Educadora para SJI

Assessoria de Imprensa

Na sessão do dia 09 de agosto, por 5 votos a 4, o Poder Legislativo reprovou o projeto que buscava o título de “Cidade Educadora” para São José do Inhacorá. O movimento das Cidades Educadoras, foi criado em Barcelona, na Espanha. Tornar-se uma cidade educadora significa pensar a cidade na perspectiva educadora, configura-se numa intencionalidade que demanda ações planejadas e articuladas a partir do processo educativo. É um título muito importante, dado a municípios preocupados em todos os sentidos com a sua população: educação, cultura, indústria, agricultura, saúde, comércio... É concedido para cidades onde as pessoas realmente pensam e transformam a vida da comunidade. São José do Inhacorá, com seu povo trabalhador, ordeiro, educado, honesto e participativo, sempre preocupado com o desenvolvimento, teria todo potencial para ganhar este título, pois hoje, no Brasil somente 21 municípios são reconhecidos pela Associação Internacional das Cidades Educadoras.

Certamente, seriamos destaque regional e estadual, estaríamos colocando o nome de nossa comunidade na vitrine, mostrando para todo o Estado tudo que temos a oferecer: empresas, comércio, serviços, agricultura, pontos turísticos, belezas naturais... Estaríamos mostrando nosso potencial e nosso desenvolvimento, tudo que nosso povo faz e luta diariamente. Seguramente aquecendo nossa economia e firmando nossa identidade. Vale ressaltar também que o Plano Plurianual, o PPA, planejamento para 4 anos, foi pensado todo desenvolvido sobre este olhar da Cidade Educadora, com programas e ações voltadas para o desenvolvimento comunitário, com participação da comunidade e inúmeros projetos que beneficiam nossos munícipes nas mais diferentes áreas.

Foram realizadas diversas reuniões para que o projeto fosse entregue ao Legislativo. Foi realizada uma grande audiência pública, para ouvir a comunidade, onde o Poder Legislativo esteve presente, e se realizou toda a explicação do projeto. A audiência contou com a participação de lideranças e diversos conselhos municipais. Com manifestações positivas dos diversos segmentos da comunidade sobre essa possibilidade, o executivo encaminhou para a Câmara de Vereadores o projeto de Lei, mas infelizmente, este não foi aprovado pela maioria dos vereadores. Lamentamos esta decisão e este entendimento. Continuaremos sempre buscando projetos que melhorem a vida da nossa gente.

VOTARAM CONTRA A CIDADE EDUCADORA

- Milton Francisco Ludvig

- Délcio Maldaner Welter

- Irineu Kohls

- Eliete Haupenthal

- Marçon Welter

VOTARAM A FAVOR DA CIDADE EDUCADORA

- Magna Hoffmann

- Douglas Jacobi

- Danilo Riffel

- Vilson Reidel

Fonte: Assessoria de Imprensa

Mais notícias desta categoria

Publicidades