Publicidades

14/08/2021 | 23:14 | Esporte

Com gol sofrido nos acréscimos, Grêmio perde para o São Paulo no Morumbi

Resultado deixa o time gaúcho com apenas 10 pontos e na vice-lanterna do Brasileirão

Rubens Chiri / saopaulofc.net, divulgação

Em confronto direto na briga para escapar da zona de rebaixamento, o Grêmio foi derrotado pelo São Paulo por 2 a 1  na noite deste sábado, no Morumbi, pela 16ª rodada do Brasileirão. Depois de um primeiro tempo que terminou em 1 a 1 com belos gols de falta de Vitor Bueno e Vanderson, a partida foi equilibrada na etapa final, mas o time paulista acabou premiado por ter tido um ímpeto maior na busca pela vitória, alcançada com gol de Igor Gomes aos 47 do segundo tempo.

Com o resultado, o Grêmio não tem chance de deixar a zona de rebaixamento na próxima quarta-feira, quando enfrentará o Cuiabá, na Arena Pantanal, em jogo atrasado da quinta rodada. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Geromel será desfalque.

O anúncio da escalação do Grêmio confirmou a escolha de Felipão por manter Gabriel Chapecó como titular do gol deixando o campeão olímpico Brenno no banco de reservas. A equipe ainda teve uma surpresa no meio-campo com Lucas Silva na vaga de Darlan. No lado do São Paulo, o argentino Hernán Crespo optou por poupar titulares em razão da partida de volta das quartas de final da Libertadores contra o Palmeiras na terça-feira.

Quando a bola rolou outra mudança de Felipão foi percebida: a inversão dos extremas. Assim, Alisson iniciou pelo lado direito e Douglas Costa pelo esquerdo. Pois foi justo às costas do setor esquerdo gremista que o São Paulo quase abriu o placar aos 3 minutos. Galeano ganhou de Ruan e chutou cruzado uma bola que já havia passado de Chapecó quando Thiago Santos apareceu na pequena área para fazer o corte.

Herói no primeiro lance, Thiago Santos virou vilão logo depois. Aos 12, ele carregou a bola na frente da área gremista, acabou desarmado e obrigou Geromel a fazer uma falta em Vitor Bueno. O capitão, que estava pendurado, levou o amarelo e virou desfalque para o confronto com o Cuiabá na quarta-feira.

Mas o prejuízo foi ainda maior que a suspensão de Geromel. Vitor Bueno acertou um chute forte na cobrança de falta e venceu Gabriel Chapecó para abrir o placar. 

A resposta do Grêmio veio rápido e na mesma moeda. Aos 19, Reinaldo fez falta em Jean Pyerre na entrada da área paulista. Vanderson acertou um chute ainda mais bonito que o de Vitor Bueno para superar Tiago Volpi e igualar: 1 a 1.

Não apenas o placar, mas também o rendimento dos times esteve equilibrado a partir de então. Grêmio e São Paulo pouco criaram até o intervalo. Um chute de Alisson de fora da área foi um leve perigo para Volpi enquanto Galeano apareceu na área para assustar Chapecó, mas Geromel esteve preciso no corte. O duelo de tricolores, então, terminou seu primeiro tempo mesmo em 1 a 1.

Crespo decidiu mandar a campo um dos seus titulares para o início da etapa final. Gabriel Sara entrou na vaga de Thales. Já Felipão não trocou nomes, mas mexeu no posicionamento da sua equipe. O treinador gremista inverteu Alisson para jogar como ala pela esquerda transformando Cortez em um terceiro zagueiro. Assim, Douglas Costa seguiu pela esquerda, mas com menor obrigação defensiva e foi por ali que o Grêmio começou a criar vantagens.

Logo aos 2 minutos, Douglas Costa arrancou em velocidade, deixou Miranda para trás e cruzou para Vanderson, que parou em grande defesa de Volpi. Na sequência, o camisa 10 serviu Jean Pyerre para um contra-ataque que terminou com Borja desperdiçando a chance ao ser travado por Diego Costa.

Com o crescimento do Grêmio, Crespo apelou para mais um de seus titulares. Aos 14, Rigoni entrou na vaga de Galeano. Logo na primeira participação do argentino, o São Paulo chegou com perigo em chute de Reinaldo para uma bela defesa de Chapecó.

O time paulista teve outra boa chance aos 21. Dessa vez, Vitor Bueno encontrou Rigoni livre às costas de Geromel. A sorte do Grêmio foi que o argentino, livre, acabou finalizando para fora na grande oportunidade de gol da etapa final. 

Crespo seguiu buscando opções ofensivas no seu time e mandou Rojas a campo aos 24. Felipão fez sua primeira troca três minutos depois: Darlan por Jean Pyerre. Na sequência, Luiz Fernando entrou por um já desgastado Douglas Costa e Léo Pereira pelo apagado Borja.

No jogo de xadrez das mudanças, as de Crespo surtiram mais efeito. Nos acréscimos, Rigoni acertou um belo cruzamento da esquerda e encontrou Igor Gomes livre na área para garantir a vitória para o São Paulo.

FICHA TÉCNICA
Brasileirão (16ª rodada)
14/8/2021

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Bruno Alves, Miranda e Diego Costa; Igor Vinicius, Luan (Liziero, 24’/2ºT), Talles (Gabriel Sara, INT), Igor Gomes e Reinaldo; Galeano (Rogoni, 14’/2ºT) e Vitor Bueno (Rojas, 24’/2ºT). Técnico: Hernán Crespo.

GRÊMIO
Gabriel Chapecó; Vanderson, Ruan, Geromel e Cortez; Thiago Santos e Lucas Silva; Douglas Costa (Luiz Fernando, 34’/2ºT), Jean Pyerre (Darlan, 27’/2ºT) e Alisson (Diogo Barbosa, 41’/2ºT); Borja (Léo Pereira, 41’/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari. 

GOLS: Vitor Bueno (S), aos 12min, Vanderson (G), aos 19min do 1º tempo; Igor Gomes, aos 47min do 2º tempo.
CARTÕES AMARELOS: Reinaldo, Bruno Alves, Igor Gomes (S); Geromel (G).
ARBITRAGEM: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por Kleber Lúcio Gil e Alex dos Santos. VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (quarteto catarinense).
LOCAL: Estádio Morumbi, em São Paulo.

Próximo jogo  
Quarta-feira, 18/8 - 19h
Cuiabá x Grêmio
Arena Pantanal - Brasileirão (5ª rodada)

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades