Publicidades

25/08/2021 | 23:40 | Esporte

No reencontro com Renato, Grêmio é goleado pelo Flamengo nas quartas de final da Copa do Brasil

Mesmo com um jogador a mais durante toda a segunda etapa, Tricolor viu o rival golear na Arena e encaminhar vaga nas semifinais

Marcos Favero / Agência RBS

No reencontro com Renato Portaluppi, o Grêmio até foi até superior ao Flamengo no primeiro tempo, mas acabou goleado na etapa final, justamente quando jogou com um homem a mais pela expulsão de Isla. O zagueiro Bruno Viana, o atacante Michael, o lateral Rodinei e Vitinho foram responsáveis pelos gols que decretaram o 4 a 0, na Arena, na noite desta quarta-feira (25), pela Copa do Brasil. 

O Grêmio não terá muito tempo para lamentar a goleada. No próximo sábado, às 21h, o Tricolor vai receber o Corinthians em jogo no qual a vitória valerá para sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Diante do embalado Flamengo, o técnico Luiz Felipe Scolari apostou em uma formação de meio-campo reforçada. Thiago Santos, que havia cumprido suspensão na vitória sobre o Bahia, pelo Brasileirão, retornou ao time para formar um trio de volantes com Lucas Silva e Mathias Villasanti. Na zaga, Kannemann teve a companhia de Rodrigues já que Geromel sequer ficou no banco de reservas.

Mal a bola tinha rolado e o Grêmio mostrou que estava preparado para encarar o Flamengo de igual para igual. No primeiro minuto, após uma tentativa de Villasanti, Borja chutou sem ângulo e mandou para fora. Foi um aviso para os comandados de Renato Portaluppi.

Felipão posicionou seu meio-campo de uma forma que praticamente isolou Diego do jogo. Arrascaeta foi vigiado por Thiago Santos enquanto Rafinha ficou responsável por cuidar de Everton Ribeiro. Os zagueiros deram conta de Gabigol e apenas Bruno Henrique causava problemas para a marcação gremista. Na parte ofensiva, a ordem era clara para Alisson e Douglas Costa apostarem nos deslocamentos e Borja sair dos zagueiros para se oferecer como pivô. Foi em uma jogada assim que o Grêmio teve a grande chance do primeiro tempo. Aos 13, Alisson tabelou com Borja, saiu às costas de Gustavo Henrique e chutou de bico uma bola que raspando a trave esquerda de Diego Alves.

Douglas Costa também mostrou perigo e acertou um chute que saiu por cima. O camisa 10 vinha sendo um dos destaques da partida até que sentiu dores na coxa esquerda e precisou ser substituído aos 28 minutos. Ferreira entrou em seu lugar.

O Grêmio se desarrumou um pouco após a saída de Douglas Costa e o Flamengo melhorou na partida, mas também perdeu um jogador importante. Aos 38, Bruno Henrique fez uma bela jogada pela esquerda e chutou para defesa de Gabriel Chapecó. Após o lance, porém, ele sentiu lesão e saiu para entrada de Michael.

A situação do Flamengo ficou ainda pior logo depois. Já amarelado, Isla puxou Alisson e acabou levando o segundo cartão deixando o time carioca com 10 homens. Ainda antes do intervalo, o Grêmio se aproveitou da falta de um lateral direito e avançou com Rafinha, que cruzou para Ferreira quase marcar um belo gol em chute de primeira.

Ter um homem a mais deveria ser vantagem, mas acabou se tornando um problema para o Grêmio. No segundo tempo, Renato Portaluppi mudou a postura do Flamengo para o segundo tempo. Ele mandou a campo o lateral-direito Matheuzinho e o volante Thiago Maia nos lugares de Diego e Arrascaeta e o Rubro-Negro passou a marcar no seu campo deixando para o Tricolor a tarefa de propor o jogo. 

O Grêmio não conseguiu se encontra dessa forma. Além de não criar, deu espaço para o Flamengo ameaçar. Aos 3, Michael chutou cruzado e Gabriel Chapecó fez uma grande defesa para impedir o gol. Quatro minutos depois, após uma cobrança de escanteio, o goleiro gremista não pôde fazer nada quando chute do zagueiro Bruno Viana desviou em Rafinha e a bola morreu no fundo do gol gremista: 1 a 0. 

A resposta do Grêmio quase veio no lance seguinte, quando Alisson acertou o travessão. Sem o gol de Alisson, Felipão mexeu. Aos 13, Campaz foi chamado para o lugar de Lucas Silva para fazer sua estreia com a camisa tricolor.

O Tricolor até ameaçou uma pressão, mas ela durou pouco. Aos 20, Diego Alves impediu o gol de cabeça de Borja com uma bela defesa. Alisson voltou a levar perigo na sequência, mas acabou travado na hora do chute.

Como o gol não saiu, Luiz Felipe Scolari decidiu ousar ainda mais aos 25. Diego Souza entrou no lugar do volante Thiago Santos enquanto Luiz Fernando foi opção na vaga de Alisson.

As mudanças, no entanto, deixaram o Tricolor aberto para sofrer o contra-ataque. Sem capacidade para atacar, o meio-campo do Grêmio virou alvo fácil para os atacantes rubro-negros avançarem.

Aos 39, Michael recebeu de Vitinho e ampliou. A situação já estava ruim, mas ficou muito pior nos acréscimos. Rodinei, de cabeça, de Vitinho, de pênalti, fizeram o placar ficar em 4 a 0 para deixar o Flamengo praticamente garantido na semifinal da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
Copa do Brasil
Quartas de final (ida) — 25/8/2021

GRÊMIO (0)
Gabriel Chapecó; Vanderson, Rodrigues, Kannemann e Rafinha; Thiago Santos (Diego Souza, 25’/2ºT); Douglas Costa (Ferreira, 28’/1ºT), Lucas Silva (Campaz, 13’/2ºT), Villasanti e Alisson (Luiz Fernando, 25’/2ºT); Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari. 

FLAMENGO (4)
Diego Alves; Isla, Gustavo Henrique, Bruno Viana e Filipe Luís; Willian Arão e Diego (Matheuzinho, INT); Everton Ribeiro (Vitinho, 31’/2ºT), Arrascaeta (Thiago Maia, INT) e Bruno Henrique (Michael, 41’/1ºT); Gabigol (Rodinei, 41’/2ºT). Técnico: Renato Portaluppi.

GOLS: Bruno Viana (F), aos 7min, Michael (F), aos 39min, Rodinei, aos 45min (F), Vitinho, aos 51min (F) do 2º tempo.
CARTÕES AMARELOS: Lucas Silva, Ferreira, Luiz Fernando (G); Diego, Isla, Gabigol (F).
CARTÕES VERMELHOS: Vanderson (G); Isla (F).
ARBITRAGEM: Vinicius Gonçalves Dias Araújo, auxiliado por Daniel Paulo Ziolli e Evandro. de Melo Lima. VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (quarteto paulista).
LOCAL:  Arena, em Porto Alegre. 

Próximo jogo 
Sábado, 28/8 - 21h
Grêmio x Corinthians
Arena - Brasileirão (18ª rodada)

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades