Publicidades

02/10/2021 | 23:00 | Esporte

Inter perde para o Atlético-MG e desperdiça chance de ingressar no G-6

Colorado está, momentaneamente, na sétima colocação, com 32 pontos

Ricardo Duarte / Sport Clube Internacional

Na rodada que marcou o retorno do público aos estádios, foi quebrada a série de invencibilidade do Inter no Brasileirão. Após oito jogos sem perder, o Colorado foi derrotado por 1 a 0 pelo líder Atlético-MG na noite deste sábado (2), no Mineirão, com gol anotado por Keno. O resultado faz com que o clube gaúcho estacione no sétimo lugar, podendo ser ultrapassado pelo Athletico-PR, que enfrenta o Flamengo, neste domingo (3), no Rio de Janeiro.

Com o objetivo de repetir a estratégia que construiu a arrancada vermelha no campeonato, o técnico Diego Aguirre apostou novamente em uma linha de meio-campo composta por volantes. Por sua vez, os comandados de Cuca entraram em campo dispostos a apagar a má impressão deixada na semana passada, quando foram eliminados da Libertadores. 

Mesmo sob a forte chuva que caía em Belo Horizonte, os donos da casa tentaram se jogar ao ataque e, logo no segundo minuto, quase abriram o placar com Sasha. O ex-colorado tabelou com Hulk e bateu forte, buscando o ângulo de Daniel. O chute passou rente ao travessão. Em seguida, foi a vez do zagueiro Nathan Silva vencer a disputa aérea após cobrança de escanteio, mas cabecear torto, pelo lado.

Apesar dos sustos, o time vermelho conseguiu segurar o ímpeto atleticano e, ao seu modo, apostou na velocidade para surpreender. A primeira escapada ocorreu quando Taison interceptou um passe errado e acionou Yuri Alberto. O centroavante partiu em disparada, mas carimbou o goleiro Éverson. Instantes depois, usou sua outra arma: bola parada na cabeça de Rodrigo Dourado, que não conseguiu dar direção ao cruzamento.

Sem conseguir impor o seu jogo, os anfitriões perderam o lateral-direito Mariano, que teve de ser substituído por lesão, e também a cabeça. Em determinado momento, Jair partiu para cima de Moisés e teve de ser contido pelo árbitro. O destempero condizia com o crescimento do Inter que, antes do intervalo, pressionou em busca do gol. Na melhor chance, Yuri Alberto exigiu que Éverson se esticasse todo para espalmar um arremate da entrada da área.

Na volta do intervalo, a partida ganhou ainda mais intensidade. De largada, Junior Alonso tentou cortar cruzamento de Moisés e, por pouco, não empurrou contra a própria meta. Exposto, o Atlético-MG passou a ceder espaços para contra-ataques. Em um deles, Taison preferiu chutar ao invés de dar o passe, e entregou nas mãos do goleiro.

Para mudar o cenário, Cuca acionou seu banco de reservas. As mexidas deram resultado e os mineiros iniciaram uma blitz de alguns minutos, com Keno infernizando a defesa colorada. Em uma das ações, Hulk foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para dentro da área, onde surgiu o atacante para estufar as redes de Daniel. Aos 33 minutos, estava aberto o placar do Mineirão.

O gol fez Aguirre buscar uma resposta, colocando Paolo Guerrero na vaga de Rodrigo Dourado. Porém, os donos da casa seguiam se impondo e, depois de Hulk cair na área pedindo pênalti, Daniel caiu nos pés de Savarino para evitar o segundo gol. A derrota já estava sacramentada.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades