Publicidades

06/10/2021 | 21:28 | Esporte

Inter empata com o Ceará e perde nova chance de entrar no G-6 do Brasileirão

Colorado não conseguiu balançar as redes do adversário e somou um ponto no Castelão

Ricardo Duarte / Internacional/Divulgação

O Inter adiou mais uma vez sua busca por uma vaga no G-6 do Brasileirão. Com um time bastante desfalcado, o Colorado foi à Arena Castelão e empatou por 0 a 0 com o Ceará na noite desta quarta-feira (6). O resultado ainda fez o time gaúcho cair para a oitava colocação, sendo ultrapassado pelo Athletico-PR. E a situação ainda pode piorar caso o Fluminense vença o Fortaleza nesta rodada.

Criticado por ter feito uma única substituição na derrota para o Atlético-MG, no último fim de semana, o técnico Diego Aguirre foi obrigado a olhar para o banco de reservas desta vez. 

Não bastando as ausências dos convocados Edenilson, Guerrero e Palacios, o treinador também não pôde contar com Víctor Cuesta, suspenso, além de Taison e Boschilia, que apresentaram sintomas gripais. Foi a chance de Gabriel Mercado, Mauricio e Caio Vidal mostrarem serviço.

Apesar da presença do torcedor cearense, que voltou ao estádio, o Inter não se intimidou na largada e mostrou que estava disposto a buscar os três pontos. Após tabelar com Yuri Alberto, Mauricio invadiu a área, mas chutou torto nas mãos do goleiro que, imediatamente, acionou Vina. O jogador avançou e finalizou por cima do travessão de Daniel.

Além do contra-ataque, os donos da casa abusavam das jogadas aéreas, explorando a altura do centroavante Cléber. Enquanto isso, o Colorado tentava colocar a bola no chão. Carregando a braçadeira de capitão, Yuri Alberto recebeu de Patrick na entrada da área e buscou o ângulo de João Ricardo, que espalmou pela linha de fundo.

O susto fez os comandados de Tiago Nunes mudarem a postura, passando a tramar de pé em pé também. Assim, Marlon escorou para Vina que, da marca do pênalti, arrematou em cima de Daniel. Na cobrança de escanteio, Cléber cabeceou livre e tirou tinta da trave.

Porém, nem sempre a bola era trabalhada com paciência e os lançamentos viraram um recurso para ambos os times. Assim, Daniel teve de abandonar a meta para cobrir Mercado, que errou no tempo de bola e estava sendo batido pelo atacante Kelvyn. A cena se repetiu do outro lado do campo, com João Ricardo interceptando um passe que chegaria a Yuri Alberto.

Antes do intervalo, Moisés ainda protagonizou uma cena bizarra, escorregando no gramado e cobrando um escanteio que passou por trás do gol. Além disso, por estar amarelado, o lateral sequer voltou para a segunda etapa, com Paulo Victor sendo escalado para seu lugar.

A mudança parecia ter injetado um novo ânimo na equipe colorada, que criou grande oportunidade com Patrick. Lançado entre os zagueiros, o camisa 88 foi travado por Luiz Otávio na hora em que engatilhava o tiro. A resposta cearense veio a galope. Cléber desarmou Paulo Victor no meio-campo e armou um contra-ataque que terminou com um chute seu explodindo no travessão.

Aos poucos, o jogo foi caindo de rendimento. Tentando reagir, o treinador colorado chamou mais duas jovens promessas do banco de reservas: Johnny e Gustavo Maia. Coincidência ou não, o Inter criou nova chance com Saravia chegando à linha de fundo e cruzando rasteiro para trás. Patrick apareceu para finalizar, mas bateu prensado novamente.

Do outro lado, Tiago Nunes também reoxigenou o seu time, com Lima e Fabinho. Os dois, inclusive, causaram problemas na defesa, cabeceando sobre o gol. E quando a bola entraria no ângulo, em nova tentativa de Cléber, Daniel esticou o braço para evitar o prejuízo.

Pela forma como o jogo se encerrava, o ponto ganho não era de se desprezar. A caça ao G-6 terá de ser adiada para o próximo domingo (10), quando o Inter receberá a Chapecoense, no reencontro com a torcida no Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA
Brasileirão — 24ª rodada — 6/10/2021

CEARÁ (0)
João Ricardo; Igor, Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fernando Sobral (Fabinho, 23'/2ºT), Marlon, Airton (Erick, 14'/2ºT), Vina e Kelvyn (Lima, 23'/2ºT); Cléber (Jael, 43'/2ºT)
Técnico: Tiago Nunes

INTER (0)
Daniel; Saravia, Bruno Méndez, Mercado e Moisés (Paulo Victor, intervalo); Rodrigo Lindoso, Rodrigo Dourado, Caio Vidal (Johnny, 16'/2ºT), Mauricio (Gustavo Maia, 16'/2ºT) e Patrick; Yuri Alberto
Técnico: Diego Aguirre

CARTÕES AMARELOS: B. Pacheco, Luiz Otávio, Vina, Marlon e Igor (C); Moisés, Saravia (I)
ARBITRAGEM: Rodolpho Toski Marques, auxiliado por Victor Hugo Imazu dos Santos e Sidmar dos Santos Meurer. (trio paranaense) VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
LOCAL: Arena Castelão, em Fortaleza
PÚBLICO E RENDA: não informado

PRÓXIMO JOGO
DOMINGO, 10/10 - 11H
INTER X CHAPECOENSE (25ª RODADA)
BEIRA-RIO, EM PORTO ALEGRE

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades