Publicidades

04/11/2021 | 05:11 | Esporte

Grêmio desperdiça chances e perde para o Atlético-MG no Mineirão

Tricolor segue na vice-lanterna do Brasileirão, com 26 pontos

Pedro Souza / Atlético/Divulgação

O calvário do Grêmio no Campeonato Brasileiro parece não ter fim. Na noite desta quarta-feira, o Tricolor até fez uma boa atuação diante do líder Atlético-MG no Mineirão, mas que acabou insuficiente para evitar a derrota de 2 a 1, a terceira seguida do time de Vagner Mancini no Brasileirão. A partida foi de gols estrangeiros. O argentino Zaracho e o chileno Vargas marcaram para os mineiros enquanto o colombiano Campaz anotou o gol gremista.

Com a nova derrota, o Grêmio segue em penúltimo lugar, com 26 pontos, a sete pontos do Bahia, o primeiro time fora da zona de rebaixamento. O Tricolor tentará acabar com a sequência ruim no Gre-Nal do próximo sábado (6), no Beira-Rio, dia que completará cinco meses dentro do Z-4 do Brasileirão.

Vindo de duas derrotas seguidas e às vésperas do Gre-Nal 434, o técnico Vagner Mancini fez mudanças profundas na escalação do Grêmio para enfrentar o líder Atlético-MG no Mineirão. Sem Jean Pyerre, suspenso, o treinador montou o meio-campo com um trio de volantes formado por Thiago Santos, Lucas Silva e Villasanti. 

Ferreira e Borja retornaram no setor ofensivo enquanto Rafinha ocupou a lateral direita. Outra novidade esteve no gol, com Gabriel Chapecó recuperando a vaga de titular. Do outro lado, Cuca mandou a campo um ataque formado por Hulk e Diego Costa.

O Grêmio fez um começo de jogo promissor no Mineirão. Foram três chances claras em 10 minutos, todas elas com Miguel Borja. Na primeira, ele acertou a trave e até chegou a mandar para as redes na sequência da jogada, mas o gol foi anulado por impedimento. Depois, o colombiano chutou para fora em lance frente a frente com Everson e voltou a acertar a trave na jogada seguinte causando apreensão na torcida atleticana.

O Atlético-MG era completamente dominado, mas conseguiu abrir o placar em sua primeira chegada ao ataque. Guilherme Arana avançou em diagonal da esquerda para dentro sem ser incomodado por nenhum defensor gremista e tocou para Diego Costa, que serviu Zaracho. O argentino chutou e contou com um desvio em Cortez para vencer Gabriel Chapecó e fazer o Grêmio pagar caro pelas chances perdidas com Borja.

Diferente de outros jogos, quando se abateu após sofrer um gol, o Grêmio seguiu tendo um ímpeto ofensivo no Mineirão. Aos 15, Lucas Silva chutou de fora da área e Everson fez uma difícil defesa. 

Mesmo com o Tricolor conseguindo incomodar o líder do Brasileirão em sua casa, Vagner Mancini mexeu na equipe aos 34 minutos. Campaz entrou na vaga de Villasanti, o que causou surpresa já que o paraguaio fazia boa partida. O colombiano, porém, deu o seu cartão de visitas no primeiro lance com um belo chute de fora da área que acabou defendido por Everson. 

Mesmo que tenha tido uma posse de bola inferior (de 40%), o Grêmio finalizou mais que o Galo na primeira etapa. Foram oito tentativas contra seis dos mineiros. Faltou pontaria aos gremistas, como no último lance da etapa inicial. Já aos 49, Borja ganhou da defesa em escanteio batido por Douglas Costa, mas cabeceou à esquerda do gol de Everson.

A etapa final começou novamente com o Tricolor tendo a iniciativa da partida. Ferreira e Lucas Silva tentaram de fora da área sem acertar o alvo. 

Aos 9, o Atlético quase repetiu o filme do primeiro tempo. Após um lançamento, Chapecó cortou mal e a bola sobrou nos pés de Zaracho. O argentino não aproveitou e chutou para fora com o gol gremista completamente aberto.

Dessa vez foi o Galo que pagou caro pelo desperdício. No lance seguinte, o Grêmio contou com uma bonita tabela colombiana para empatar. Campaz tocou para Borja,  apareceu para receber na área e finalizou sem chances para Everson para marcar o seu primeiro gol com a camisa tricolor: 1 a 1.

Apenas após o empate que o Atlético-MG fez a pressão que era esperada para desde o início da partida no Mineirão. O Galo passou a ocupar mais o campo do Grêmio e Chapecó precisou trabalhar para impedir o gol de Allan aos 16. Logo depois, o goleiro gaúcho caiu no gramado alegando dores, o que ajudou a esfriar o ímpeto dos mineiros. 

Cuca então recorreu ao seu farto banco e fez três mudanças ao mesmo tempo aos 26. Vargas, Savarino e Mariano entraram nos lugares de Hulk, Zaracho e Guga. Herói ao marcar o gol de empate, Campaz se tornou vilão logo em seguida. Em cobrança de falta de Nacho, o colombiano deixou o braço aberto, que desviou a bola. 

O árbitro  Luiz Flávio de Oliveira não chegou a ver a infração no campo, mas confirmou o pênalti logo depois com auxílio do VAR. O ex-gremista Eduardo Vargas foi certeiro na cobrança para vencer Gabriel Chapecó e colocar o Atlético novamente na frente: 2 a 1.

Novamente em desvantagem, Mancini mexeu na equipe gremista. Alisson e Mateus Sarará entraram nos lugares de Ferreira e Lucas Silva. Depois, Diego Souza e Jhonata Robert ingressaram por Thiago Santos e Borja. Tentativas em vão do treinador gremista. Apesar de ter feito um bom jogo diante do líder, o Grêmio perdeu a terceira partida seguida e segue afundado na zona de rebaixamento do Brasileirão.

Brasileirão (19ª rodada - atrasado) — 3/11/2021
ATLÉTICO-MG 2x1 GRÊMIO
ATLÉTICO-MG
Everson; Guga (Mariano, 26’/2ºT), Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Tchê Tchê (Jair, 3’/2ºT), Zaracho e Nacho Fernández (Savarino, 26’/2ºT); Diego Costa (Nathan, 46’/2ºT) e Hulk (Vargas, 26’/2ºT). Técnico: Cuca.

GRÊMIO
Chapecó; Rafinha, Ruan, Geromel e Cortez; Thiago Santos (Jhonata Robert, 37’/2ºT); Ferreira (Alisson, 32’/2ºT), Lucas Silva (Mateus Sarará, 32’/2ºT), Villasanti (Campaz, 34’/1ºT) e Douglas Costa; Borja (Diego Souza, 37’/2ºT). Técnico: Vagner Mancini.

GOLS: Zaracho (A), aos 11min do 1º tempo; Campaz (G), aos 10min, Vargas, aos 29min do 2º tempo.
CARTÕES AMARELOS: Zaracho, Tchê Tchê, Nacho Fernández, Allan, Mariano (A); Lucas Silva, Borja, Geromel, Campaz, Douglas Costa Rafinha (G)

PÚBLICO: 56.624 pessoas
RENDA: R$ 1.775.474,50

ARBITRAGEM: Luiz Flávio de Oliveira, auxiliado por Alex Ang Ribeiro e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa. VAR: José Cláudio Rocha Filho (quarteto paulista)
LOCAL:  Estádio Mineirão, em Belo Horizonte

Próximo jogo
Sábado, dia 6/11 - 19h
Inter x Grêmio
Beira-Rio – Brasileirão  (30ª rodada)

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades