Publicidades

12/11/2021 | 05:53 | Esporte

Brasil vence a Colômbia e confirma vaga na Copa do Mundo de 2022

Gol de Lucas Paquetá, após passe de Neymar, garantiu o 1 a 0 da Seleção na noite de quinta-feira, na Arena Corinthians

NELSON ALMEIDA / AFP

O Brasil estará na Copa do Mundo de 2022, no Catar. A classificação matemática para o 22º Mundial na história do país veio com vitória por 1 a 0 sobre a Colômbia, na noite desta quinta-feira (11), na Arena Corinthians, em São Paulo, pela 13ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. O único gol da partida foi marcado por Lucas Paquetá, aos 26 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, a Seleção Brasileira chegou a 34 pontos (11 vitórias e um empate) e não pode mais deixar o G-4, que dá vaga direta à Copa. Assim, o Brasil se junta a Alemanha, Dinamarca e Catar (país-sede) como países já garantidos no Mundial do ano que vem.

Dentro de campo, a equipe de Tite teve dificuldade para mostrar por que lidera de forma isolada a tabela das Eliminatórias, com 94% de aproveitamento. A Seleção pressionava a saída da Colômbia e tinha a posse da bola, mas não conseguia encontrar espaços para se aproximar da área colombiana. 

A primeira finalização, inclusive, foi dos visitantes, com Barrios, aos seis, que bateu de fora da área por cima do gol de Alisson. O Brasil tentou responder aos oito, com Danilo, mas o chute foi longe da meta de Ospina.

E os colombianos seguiram assustando. Aos 19, Zapata recebeu a bola na meia lua da grande área e bateu forte, para fora, mas perto do gol de Alisson. A Seleção Brasileira até chutou com Paquetá, Casemiro e Gabriel Jesus, mas todas para longe da meta rival, sem perigo. A primeira finalização a gol do Brasil saiu aos 26, com Paquetá, fraquinha, nas mãos de Ospina.

Enquanto isso, a Colômbia tentava ameaçar nas bolas aéreas, aproveitando bem os lados do campo com Cuadrado e Luis Díaz. A melhor chance do primeiro tempo, porém, saiu aos 35 minutos, quando Raphinha lançou Danilo, que invadiu a área e bateu cruzado. A bola desviou em Tesillo, que tentava o corte, e encontrou a trave antes de sair pela linha de fundo.

A seleção colombiana ainda teve duas finalizações perigosas antes do intervalo. Primeiro foi Cuadrado quem arriscou de longe, mas Alisson defendeu. Depois, Díaz cortou da esquerda para a direita e bateu para fora, pertinho da meta brasileira. Mas a etapa inicial, que foi bastante equilibrada, terminou com uma grande chance de cabeça, com Marquinhos, que mandou para fora.

Para o segundo tempo, Tite tirou Fred e mandou a campo Vinícius Júnior. Assim, Paquetá foi recuado para a função de volante e Neymar passou à linha de meio-campo. O Brasil seguia mais com a bola e ocupando o campo de ataque, mas a dificuldade para infiltrar na área colombiana persistia. Aos 12, Neymar tentou em cobrança de falta, que foi defendida por Ospina.

As tentativas de Tite para buscar o gol foram Matheus Cunha e Antony, que entraram nas vagas de Gabriel Jesus e Raphinha, de atuações apagadas. Pouco depois, o técnico Reinaldo Rueda

respondeu com as entradas de Roger Martínez e Borja, atacante do Grêmio, que teve de ouvir provocações dos torcedores presentes à Arena Corinthians, que cantaram "Arerê, o Borja vai jogar a Série B".

Aos 23, Antony fez boa jogada e cruzou para Matheus Cunha, que cabeceou para fora. Mas o gol sairia três minutos depois, com boa antecipação de Marquinhos, que deu em Neymar. De primeira, o camisa 10 escorou para Lucas Paquetá, que bateu também de primeira para marcar o gol da vitória.

Depois do gol, o Brasil passou a valorizar mais a posse de bola, e a Colômbia se abriu para tentar empatar. Vinícius Júnior teve boa chance para aumentar o marcador, mas desequilibrou-se na área. Teve tempo, ainda, para Casemiro levar o terceiro cartão amarelo e ficar fora do próximo jogo, e também para Fabinho entrar na vaga de Paquetá. Mas nada que ameaçasse a vitória e consequente classificação brasileira para Copa do Mundo de 2022.

Na próxima rodada, o Brasil encara a Argentina, às 20h30min de terça-feira (16), no estádio Bicentenário de San Juan, em jogo que valerá para a Seleção apenas como uma revanche pela derrota na final da Copa América, em agosto.

FICHA TÉCNICA
Eliminatórias
13ª rodada — 11/11/2021

BRASIL (1)
Alisson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Fred (Vinícius Jr., int.) e Lucas Paquetá (Fabinho, 40'/2ºT); Raphinha (Antony, 18'/2ºT), Gabriel Jesus (Matheus Cunha, 18'/2ºT) e Neymar. Técnico: Tite. 

COLÔMBIA (0)
Ospina; Muñoz (James Rodríguez, 32'/2T), Sánchez, Tesillo e Mojica (Cuellar, 9'/2ºT); Barrios (Muriel, 32'/2T); Cuadrado, Lerma, Moreno e Luis Díaz (Roger Mantínez, 20'/2ºT); Zapata (Borja, 20'/2ºT). Técnico: Reinaldo Rueda. 

GOL: Lucas Paquetá (B), aos 26min do 2º tempo.
CARTÕES AMARELOS: Fred, Neymar, Casemiro, Vinícius Jr. (B); Mojica, Barrios, Cuadrado (C).
ARBITRAGEM: Roberto Tobar, auxiliado por Christian Schiemann e Claudio Rios (trio chileno). VAR: German Delfino (Argentina).
PÚBLICO: 22.080 pessoas.
RENDA: R$ 7.111.200.
LOCAL: Arena Corinthians, em São Paulo.

Próximo jogo
Eliminatórias — 14ª rodada
16/11/2021 — 20h30min
Argentina x Brasil

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades