Publicidades

13/11/2021 | 21:08 | Esporte

Com dois gols de Edenilson, Inter vence o Athletico-PR de virada no Beira-Rio

Camisa 8 comandou a vitória colorada antes de se apresentar à Seleção Brasileira

Lauro Alves / Agencia RBS

O Inter deu uma boa resposta após a derrota para o Juventude, na última quarta-feira, em Caxias do Sul. No começo da noite deste sábado (13), o Colorado venceu o Athletico-PR por 2 a 1, no Beira-Rio, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Convocado por Tite para defender a Seleção Brasileira contra a Argentina, na terça-feira, pelas Eliminatórias, Edenilson foi o nome da vitória colorada. O camisa 8 marcou os dois gols que garantiram s virada ao time gaúcho após o Furacão ter saído na frente com o uruguaio David Terans.

Com o resultado, o Inter chega aos 44 pontos e, pelo menos momentaneamente, entra no G-6 do Brasileirão – torce contra o Corinthians, que recebe o Cuiabá nesta noite. O Colorado volta a campo na quarta-feira, às 19h, para encarar o Cuiabá, na Arena Pantanal. O zagueiro Cuesta, o lateral-esquerdo Moisés e o meia Mauricio, suspensos, serão desfalques. O centroavante Yuri Alberto, no entanto, retorna de suspensão.

Sem Yuri Alberto, o técnico Diego Aguirre deu a oportunidade para o garoto Matheus Cadorini iniciar a primeira partida como titular no profissional do Inter. A escalação teve ainda os retornos de Saravia e Patrick após suspensão e uma decisão que causou surpresa: Palacios seguiu no time com Maurício indo para o banco de reservas. A escolha, no entanto, se mostrou acertada, pois o chileno, jogando na função que costuma ser de Taison, teve uma atuação destacada.

A partida começou com o Athletico-PR encontrando espaços às costas dos volantes do Inter. Recebendo nesse setor, David Terans levou perigo aos 7 em chute que passou perto da trave de Marcelo Lomba. O Inter respondeu em contra-ataque iniciado por Cuesta, mas Santos foi rápido para cortar o cruzamento de Edenilson antes da chegada de Patrick.

O equilíbrio foi a tônica da partida nos primeiros 20 minutos. Depois, o Inter acertou sua marcação e passou a ocupar mais o campo paranaense. Lindoso quase abriu o placar em cruzamento de Patrick, mas acabou cabeceando para fora. Depois, Palacios deu um passe por trás da defesa e deixou Patrick cara a cara com Santos. Canhoto, o camisa 88 tentou a finalização com a perna direita e mandou para fora.

No melhor momento do Inter, o Furacão abriu o placar aos 36. E foi com um belo gol. David Terans ganhou a disputa com Moisés, passou pela marcação de Bruno Méndez e teve tranquilidade para deslocar Lomba e mandar para o fundo das redes: 1 a 0.

O Inter, porém, reagiu rápido. Três minutos depois, Palacios deu um belo passe para Edenilson, que bateu na saída do goleiro Santos. Thiago Heleno ainda chegou na cobertura, mas não conseguiu evitar o empate. Antes do intervalo, Aguirre precisou mexer na equipe. Rodrigo Lindoso, que tinha acabado de levar o amarelo, sentiu lesão e deu lugar a Jhonny.

O início do segundo tempo mostrou um Inter mais agressivo. O time colorado adiantou a sua marcação e passou a ocupar o campo paranaense com frequência. Aos 3, o gol quase saiu em uma jogada que começou com a roubada de Moisés no campo de ataque e chegou a Palacios, que chutou  uma bola que passou perto da trave direita de Santos. Na sequência, Patrick fez bom cruzamento para Cadorini, mas o zagueiro Nico Hernández conseguiu a antecipação.

Logo depois, Aguirre sacou Cadorini para a entrada de Maurício, o que fez Palacios virar o homem mais adiantado do ataque. A mudança deu resultado. Aos 19, após Jhonny fazer o desarme e dar um belo passe, Maurício disputou a bola com os defensores e ela sobrou para Edenilson. Convocado por Tite para enfrentar a Argentina, o camisa 8 colorado fez um gol digno de jogador de Seleção Brasileira. Ele deu um toque por cima do goleiro Santos para marcar seu segundo gol na partida e virar o placar para o Inter: 2 a 1.

Depois do gol, o Inter diminuiu o ritmo enquanto o Athletico-PR passou a ser mais ofensivo. Aos 31, Aguirre decidiu reforçar o sistema defensivo. Mercado entrou no lugar de Palacios e o time gaúcho passou a ter uma linha de cinco defensores com Na mesma troca, Heitor ingressou na vaga do já amarelado Saravia.

A mudança de Aguirre deu o resultado esperado. O Inter teve solidez defensiva e não correu riscos nos minutos finais garantindo a vitória construída pelos dois gols de Edenilson.

FICHA TÉCNICA
Brasileirão (32ª rodada)
9/11/2021

INTER
Marcelo Lomba; Saravia (Heitor, 31’/2ºT), Bruno Méndez, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado e Rodrigo Lindoso (Jhonny, 43’/1ºT); Edenilson, Palacios (Mercado, 31’/2ºT) e Patrick; Matheus Cadorini (Maurício, 11’/2º). Técnico: Diego Aguirre.

ATHLETICO-PR
Santos; Pedro Henrique (Jader, 37’/2ºT), Thiago Heleno (Zé Ivaldo, 13’/2ºT) e Nico Hernández; Marcinho, Christian (Bissoli, 37’/2ºT), Cittadini e Pedrinho; Nikão (Pedro Rocha, INT), Renato Kayzer (Carlos Eduardo, 13’/2ºT) e David Terans. Técnico: Alberto Valentim.

GOLS: David Terans (A), aos 36min, Edenilson (I), aos 39min do 1º tempo; Edenilson (I), aos 19min do 1º tempo.
CARTÕES AMARELOS: Bruno Mendéz, Lindoso, Cuesta, Moisés, Maurício (I); Marcinho, Thiago Heleno (A), David Terans (A).
PÚBLICO PAGANTE: 7.595.
PÚBLICO TOTAL: 10.046.
RENDA: R$ 368.000,00.
ARBITRAGEM: Ramon Abatti Abel, auxiliado por Kléber Lúcio Gil e Henrique Neu Ribeiro. VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (quarteto catarinense).
LOCAL: Beira-Rio, em Porto Alegre

Próximo jogo
Quarta-feira, 17/11 - 19h
Cuiabá x Inter
Arena Pantanal – Brasileirão (33ª rodada)

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades