Publicidades

15/11/2021 | 05:19 | Esporte

Juventude vence a Chapecoense, se iguala em pontos ao Bahia e fica mais perto de deixar o Z-4

Guilherme Castilho e Vitor Mendes marcaram os gols do Papo na Arena Condá

Vitor Mendes (D) marcou o segundo gol do Juventude - Gabriel Tadiotto / EC Juventude

Atuando em território catarinense, o Juventude superou a Chapecoense por 2 a 0 e emplacou a segunda vitória seguida no Campeonato Brasileiro. Guilherme Castilho e Vitor Mendes marcaram os gols do Papo, que igualou-se em pontos ao Bahia (16º colocado), porém permanece na zona do rebaixamento por ter uma vitória a menos na competição.

O Ju fez um jogo seguro e correu poucos riscos diante da já rebaixada Chape. O gol aberto logo no segundo minuto da partida permitiu que a equipe tivesse mais segurança durante os 90 minutos. Para tentar livrar se de vez do Z-4, o alviverde volta a atuar pelo Brasileirão na próxima quarta-feira, às 20h30min, no Estádio Alfredo Jaconi, quando receberá o Fluminense.

Dois gols na primeira etapa
Usando a mesma estratégia da vitória sobre o Inter, o Juventude se impôs na Arena Condá e teve sempre o primeiro tempo sob seu controle, por vezes com mais posse de bola e ocupando o campo ofensivo, e por vezes baixando as linhas e se organizando defensivamente. Foi dessa forma que conseguiu marcar dois gols e abrir uma boa vantagem na partida.

O gol de abertura do placar ocorreu logo no primeiro minuto. Jadson fez uma boa jogada na ponta direita, tocou para Michel Macedo, que fez o cruzamento na área. O meia Guilherme Castilho se antecipou e desviou na primeira trave, mandando a bola para as redes de Keiller e fazendo 1 a 0 para o Ju.

A construção da vantagem tão cedo permitiu ao time de Jair Ventura controlar o jogo, sem precisar imprimir tanta pressão da marcação. A Chape tentou responder na velocidade, principalmente pelo lado esquerdo, e quase conseguiu o empate em finalização de Anselmo Ramon, aos 10 minutos, porém o chute foi interceptado por William Matheus.

Em busca do empate, a Chape se soltou mais e conseguiu ocupar o campo ofensivo. Por outro lado, permitiu ao Papo aproveitar os contra-ataques. Em um deles, a equipe caxiense conseguiu uma falta na meia esquerda. Na cobrança, Wagner colocou na área, o zagueiro Ignácio desviou contra a própria meta, a bola bateu na trave e voltou para Vitor Mendes que, com o gol aberto, mandou para as redes e fez 2 a 0 para o Juventude.

Ainda houve tempo para a equipe catarinense levar perigo para a meta de Douglas aos 44 minutos. Em cruzamento na área, Bruno Silva ganhou de Michel Macedo e a bola explodiu no travessão, quicando na linha e saindo.

Segundo tempo de controle
Para aumentar o poderio de marcação do meio-campo e renovar a energia da equipe pela ponta direita, o Juventude voltou para segunda etapa com a entrada de Capixaba no lugar de Wagner. Sendo assim, formou-se um tripé no meio, com Dawhan, Jadson e Castilho, e Capixaba ocupou a faixa direita do ataque. Jair Ventura ordenou ao time para baixar as linhas de marcação e, ao recuperar a posse, recuar até os zagueiros, para atrair a Chape e encontrar espaço para os contra-ataques.

Esses espaços foram encontrados principalmente pela esquerda. Aos 14 minutos, Sorriso driblou Ezequiel e chutou com efeito, com a bola passando perto da trave esquerda de Keiller. Quatro minutos depois, Capixaba apareceu pela esquerda, recebeu de Sorriso e chutou forte. A bola resvalou o travessão e foi para fora.

A Chapecoense foi ameaçar a meta do Juventude no segundo tempo pela primeira vez somente aos 27 minutos, quando Rodriguinho entrou em velocidade pela esquerda e chutou forte. Atento, o goleiro Douglas mandou para escanteio. O lance, porém, fez Jair Ventura optar por dar características mais defensivas ao seu time para segurar o placar na reta final da partida. Com isso, Paulo Henrique, Ricardinho e Roberson foram para o jogo.

O Ju quase fez o terceiro gol aos 35min. Paulo Henrique avançou em velocidade pela direita, tocou para Roberson, que finalizou em cima do goleiro. No rebote, Ricardinho chuta muito mal, por cima do travessão. No final, o placar foi controlado e ficou no 2 a 0, com o Papo conquistando a segunda vitória seguida na competição pela segunda vez. A primeira foi a sequência Flamengo/Grêmio, no turno inicial da Série A.

Ficha Técnica
Chapecoense 0 x 2 Juventude
Campeonato Brasileiro Série A - 32ª rodada
Local: Arena Condá
Data: 14/11/2021

JUVENTUDE
Douglas; Michel Macedo, Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Dawhan (Chico, 39/2º), Jadson e Guilherme Castilho (Ricardinho, 30/2º); Wagner (Capixaba, int), Sorriso (Paulo Henrique, 30/2º) e Ricardo Bueno (Roberson, 30/2º)
Técnico: Jair Ventura 

CHAPECOENSE
Keiller, Matheus Ribeiro (Ezequiel, int), Joílson (Jordan, 2/2º), Ignácio e Busanello; Alan Santos (Renê Jr, int), Anderson Leite e Denner (Marquinho, 25/2º); Bruno Silva (Rodriguinho, 25/2º), Mike e Anselmo Ramon.  
Técnico: Felipe Endres

Gols: Vitor Mendes e Guilherme Castilho
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado, auxiliado por Fábio Pereira e Cipriano da Silva Souza, do Tocantins, e o árbitro de vídeo Leone Carvalho Rocha. 
Cartões Amarelos: Sorriso, Michel Macedo, Dawhan (Ju); Matheus Ribeiro (Chape)

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades