Publicidades

28/11/2021 | 13:16 | Esporte

Inter empata com o São Paulo no Morumbi e conquista o Brasileirão sub-20

Colorado obteve o seu terceiro título na história da competição

Matheus Dias fez o gol do Inter no jogo da volta - Jota Finkler / Inter/Divulgação

O Brasileirão sub-20 tem um novo dono. O Inter empatou com o São Paulo em 1 a 1, no Morumbi, e conquistou o tricampeonato da competição de base. O Colorado havia batido os paulistas no Beira-Rio, na semana passada, por 2 a 0, e construído vantagem para a grande decisão. Neste domingo (28), na capital de São Paulo, Matheus Dias, aos 28 minutos do primeiro tempo, marcou o gol que confirmou o título para o time gaúcho — Pablo, aos 41, empatou para os paulistas.

O resultado fez com que a equipe comandada por João Miguel e Leonardo Martins chegasse ao 12º jogo de invencibilidade na competição. O troféu de 2021 junta-se aos de 2006 e 2013, quando os campeonatos ainda não eram organizados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mas pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF).

Sem Matheus Cadorini, com o elenco profissional para a partida contra o Santos, às 19h, pelo Brasileirão, e sem o zagueiro Tiago Barbosa e Juan Cuesta, suspensos, os treinadores João Miguel e Leonardo Martins optaram por Nicolas no comando de ataque, João Félix na zaga, e Gustavo como segundo homem da frente.

Do outro lado, o técnico Alex de Souza, ídolo com a camisa do Palmeiras e do Cruzeiro, também contou com três desfalques para o confronto — os destaques da equipe na disputa do Brasileirão sub-20. O lateral-esquerdo Patryck, expulso na primeira partida, o camisa 10 Pedrinho, lesionado, e o centroavante Juan, com o grupo principal.

Dentro de campo, o jogo começou bastante estudado pelas duas equipes. Enquanto o Inter apostava nas transições rápidas, o São Paulo forçava a partida pelas laterais, com um meio-campo bastante congestionado. A primeira tentativa foi dos paulistas. Aos seis minutos, Léo arriscou de fora da área, mas a bola passou sob o gol defendido por Anthoni.

A partir dos 20, o jogo esquentou (ainda que fizessem 26°C às 11h, quando a partida começou). Aos 24, Nicolas recebeu em velocidade e bateu para uma grande defesa de Felipe, goleiro do São Paulo. No lance seguinte, o camisa 9 colorado chutou, mas a bola carimbou o travessão. A resposta dos paulistas veio logo em seguida. Caio recebeu nas costas da defesa colorada, mas, desequilibrado, arrematou para a defesa de Anthoni. 

Mas foi o Inter quem abriu o placar. Aos 28, Thauan Lara bateu o escanteio pelo lado direito, João Pedro desviou na primeira trave, e Matheus Dias apareceu no segundo poste para dar ainda mais vantagem para o Colorado na decisão.

O empate do São Paulo veio no final do primeiro tempo. Com dificuldades para entrar na área do time gaúcho, coube a Pablo, capitão da equipe, arriscar de fora. O chute venceu Anthoni e bateu na trave antes de morrer dentro do gol.

Precisando do resultado para sair com o título, o técnico Alex de Souza fez três mudanças no intervalo. João Adriano, Negrucci e Thales Vander para as saídas de Belém, Pablo e Léo.

O São Paulo começou a etapa final pressionando. Vitinho recebeu nas costas da defesa colorada e optou por chutar direto para o gol, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora logo aos dois minutos. Aos nove, o Inter quase ampliou ainda mais a vantagem que tinha na decisão. De novo, Thauan Lara cruzou na área, João Pedro tocou de cabeça e Felipe salvou o Tricolor paulista.

Dos pés de Vitinho surgiu mais uma oportunidade para o time da casa. Aos 11, ele limpou a marcação da defesa colorada e arriscou de canhota, mas a bola saiu ao lado do gol defendido por Anthoni.

O treinador Alex de Souza fez mais duas trocas. Vitinho e Talles Costa saíram para as entradas de Palmberg e Pedro Lucas. O Inter também aproveitou para duas substituições. Bernardo e Nicolas deram lugar para Vinicius Tobias e Lucca.

O São Paulo continuou pressionando. João Moreira chegou bem ao fundo de campo e cruzou na área, mas João Adriano mandou por cima do gol defendido por Anthoni. O Inter respondeu com Vinicius Tobias, jogador já vendido para o Shakhtar Donestk-UCR. O camisa 13 resolveu arriscar de fora da área, mas a bola passou ao lado da goleira.

Os minutos seguintes foram de um São Paulo que buscava dois gols para levar a disputa para os pênaltis. O time paulista se jogou para o ataque, enquanto o Colorado explorava os contra-ataques para garantir o terceiro título do Brasileirão sub-20. Em um dos lances, Negrucci arriscou de fora, Anthoni espalmou a bola para dentro da área, Caio concluiu para dentro do gol, mas o bandeira Thiago Rosa de Oliveira marcou o impedimento do atacante são-paulino.

Os ânimos se exaltaram já no final da partida. O atacante Lucca e o zagueiro Beraldo se estranharam após uma dividida. Depois da confusão formada, os dois foram expulsos pelo árbitro da partida. Nem isso foi suficiente para estragar a festa colorada no Morumbi, dentro e fora de campo.

Brasileirão sub-20 — Final (volta) — 28/11/2021
SÃO PAULO (1)
Felipe; Moreira, Beraldo, Luizão (Pagé, 32’/2T) e Belém (João Adriano, INT); Pablo (Negrucci, INT), Talles Costa (Cauê, 13’/2T) e Léo (Thales Vander, INT); Vitinho (Palmberg, 13’/2T), Facundo e Caio.
Técnico: Alex de Souza.

INTER (1)
Anthoni; Bernardo (Vinicius Tobias, 13’/2T), João Pedro, João Félix e Thauan Lara (Adriel, 37’/2T); Lucas Vital, Matheus Dias (Igor, 21’/2T), Alisson (Jonathan, 37’/2T) e Estevão (Cazzetta, 21’/2T); Gustavo e Nicolas (Lucca, 13’/2T).
Técnico: João Miguel e Leonardo Martins

Gols: Matheus Dias (I), aos 28 minutos, e Pablo, aos 41 do primeiro tempo.

Cartões amarelos: João Félix (I), João Vitor (I), Gustavo (I), Pablo (SP), Luizão (SP), Pagé (SP) e Pedro Lucas (SP)
Cartões vermelhos: Beraldo (SP) e Lucca (I)

Arbitragem: Alexandre Vargas Tavares de Jesus, auxiliado por Thiago Rosa de Oliveira e Thayse Marques Fonseca (trio fluminense).

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades