Publicidades

05/12/2021 | 13:15 | Esporte

Nos pênaltis, Inter vence o Grêmio e é campeão do Gauchão Feminino

Após 1 a 1 no tempo normal, goleira Vivi brilha nas cobranças e Colorado segue com hegemonia sobre o rival

André Ávila / Agencia RBS

Segue a hegemonia no futebol feminino do Rio Grande do Sul. Pela terceira temporada consecutiva, as Gurias Coloradas ficaram com a taça do Gauchão Feminino, com vitória nos pênaltis por 4 a 3, após 1 a 1 no tempo normal. Neste domingo (5), elas chegaram a sair atrás no placar, após gol de Maiara, mas igualaram tudo com Fabi Simões, a "Mulher Gre-Nal".

Nas cobranças de pênalti, Maiara, Maglia, Pri Back marcaram para o Grêmio; Rafa Travalão, Djeni, Fabi Simões e Mileninha fizeram para o Inter. A colorada Bruna Benites e as gremistas Andreia e Eudimilla desperdiçaram. 

O técnico Maurício Salgado torna-se tricampeão com o time do Inter no Estadual. As Gurias Coloradas levaram o título com uma campanha de 100% de aproveitamento. Foram, ainda 65 gols marcados e apenas três sofridos. 

O Inter começou melhor no jogo. Logo no primeiro minuto, Wendy teve chance de balançar as redes após cobrança de falta de Djeni. Três minutos depois, depois de cobrança de escanteio de Mari Pires, Sorriso conseguiu o cabeceio, mas mandou para fora. 

O Grêmio reagiu aos oito minutos. Em contra-ataque, Jane Tavares finalizou, mas Vivi fez boa defesa. A bola sobrou nos pés de Maiara, que não desperdiçou. Estava aberto o placar na Arena Cruzeiro: 1 a 0 para o Tricolor. 

O Inter tentava chegar ao empate na bola parada, em faltas próximas à área. Por duas vezes, Leidi cobrou e mandou nas mãos da goleira Lorena. O Tricolor, por sua vez, apostava em jogadas pela esquerda para ampliar o placar. Aos 26, Maiara teve boa oportunidade, mas Vivi conseguiu afastar a bola em lateral. Depois, aos 30, Rafa Levis cobrou falta próxima à área, Mariza tentou a finalização, mas a goleira colorada defendeu. A melhor oportunidade do Grêmio, veio aos 33. Mariza lançou em profundidade para Rafa Levis. A meia fez o domínio, mas acabou desarmada por Bruna Benites na entrada da grande área. 

Quando o Grêmio controlava o jogo, o Inter buscou o empate. Aos 36, Mari Pires tentou chute cruzado, mas Gisseli pulou com os braços abertos na área e o pênalti foi marcado. Fabi Simões, a "Mulher Gre-Nal" chutou rasteiro, no canto esquerdo, para empatar.

Na volta do intervalo, Patrícia Gusmão promoveu Eudimilla, a artilheira da competição, junto com Lais Estevam no ataque, no lugar de Jane Tavares. A etapa complementar começou truncada, com muitas faltas dos dois lados. Aos 10 minutos, Rafa Levis teve oportunidade para o Tricolor, com falta na intermediária. A meia tentou o cruzamento, mas mandou direto pela linha de fundo. Aos 18, foi a vez do Inter, na direita de ataque, com Mariana Pires. Bruna Benites conseguiu o cabeceio, mas a bola parou nas mãos da goleira Lorena.

Para buscar a vitória, os técnicos fizeram mais alterações. Maurício Salgado promoveu Isa Haas e a jovem Mileninha, que marcou o gol da vitória do Inter no último Gre-Nal disputado, no lugar de Mari Pires e Leidi. Patrícia Gusmão, por sua vez, mandou Isa e Tchula para a partida, substituindo Mariza e Rafa Levis. 

Aos 22, mais uma oportunidade para as Coloradas. Djeni cobrou escanteio e mandou na cabeça de Bruna Benites. A zagueira, no entanto, mandou para fora. Belinha ainda tentou de voleio, aos 26, mas a bola saiu pela linha de fundo. 

Patrícia Gusmão, aos 30 minutos, ainda colocou Gabizinha em campo. Em 2018, quando as Gurias Gremistas haviam sido campeãs pela última vez, o gol havia sido marcado pela atacante.

Nos pênaltis, brilhou a estrela da goleira Vivi, que defendeu as cobranças de Andreia e Eudimilla, garantindo o título colorado.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades