Publicidades

09/12/2021 | 23:51 | Esporte

Juventude vence o Corinthians e se garante na Série A do Brasileirão por mais uma temporada

Êxito alviverde, somado a derrota do Bahia, fez o Verdão encerrar a competição na 16ª posição

Com gol de Chico, Juventude fez 1 a 0 no Corinthians e se manteve na Série A do Brasileirão - Porthus Junior / Agencia RBS

Em noite histórica no Estádio Alfredo Jaconi, o Juventude venceu o Corinthians e garantiu sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. O 1 a 0 foi marcado por Chico, em cobrança de pênalti, aos 37 minutos do segundo tempo, em lance que foi apenas marcado pelo árbitro de vídeo e fez o torcedor alviverde se emocionar pela tensão, mas explodir de velocidade. Somado a derrota do Bahia por 2 a 1 para o Fortaleza, que também teve seus gols comemorados no Jaconi, o Verdão pulou para a 16ª posição e, assim, vai disputar a Primeira Divisão em 2022.

Chico e trave como protagonistas
Precisando vencer para fugir do rebaixamento, o Juventude procurou se impor desde o início de jogo. Posicionado em um 3-6-1, com três zagueiros, Paulo Henrique e Capixaba nas alas, e Sorriso como centroavante, o Verdão usou da marcação alta para tentar recuperar a bola do Timão já no campo de ataque. Embora uma posse de bola equilibrada, as principais chances da primeira etapa foram do Ju, com chutas de fora da área de Chico e duas bolas na trave.

O primeiro aviso do Papo foi logo aos cinco minutos. Guilherme Castilho recupera a bola pela direita, passa para Paulo Henrique, que dribla dois marcadores e cruza. A defesa afasta e Dawhan, no rebote, chuta para fora. Sete minutos depois, foi a vez de Chico Kim aparecer no jogo.

Aos 12 minutos, Capixaba fez jogada de velocidade pela esquerda e foi derrubado por Fágner. Na cobrança de Chico, no entanto, a bola explodiu na trave direita de Cássio. Dez minutos depois, novamente a trave impediu a abertura do placar por parte do Verdão. Capixaba cobrou escanteio da direita, Dawhan deu uma casquinha e Rafael Forster, com gol aberto, dentro da pequena área, conseguiu tocar na bola, porém ela bateu na trave.

O Ju ainda levou perigo na primeira etapa com Chico, que fez jogada individual pela esquerda e bateu colocado, buscando o canto esquerdo de Cássio, que fez grande defesa. Aos 44 minutos, na única chegada do Corinthians, Jô cabeceou para as redes um cruzamento de Fágner. Contudo, o centroavante corintiano fez falta em Vitor Mendes e o lance foi anulado pela arbitragem.

Vitória histórica
Com Wescley no lugar de Castilho, o Juventude retornou para o segundo tempo com a mesma agressividade da primeira etapa. No entanto, com o tempo passando e os resultados paralelos também não ajudando, a tensão foi crescendo no Estádio Alfredo Jaconi.

A primeira chance de perigo saiu dos pés de Wescley, que recebeu na área de Sorriso e concluiu com desvio da defesa corintiana. Na sequência, Wescley cavou para Dawhan que, na frente de Cássio, não alcançou a bola e depois foi atingido por Fágner. Porém, o pênalti não foi marcado, apesar da verificação do VAR.

Aos 20 minutos, Jair Ventura ligou o modo emergência e mandou o time ao ataque, abrindo mão de Quintero e Jadson para as entradas de Bruninho e Roberson. Sendo assim, o Ju ficou apenas com dois zagueiros e um volante de jogadores mais defensivos. Os demais todos estavam dedicados ao ataque.

A estratégia funcionou dez minutos depois, quando o Jaconi viveu um dos momentos mais emocionantes da temporada. Aos 31 minutos, Cássio fez milagre em chute de Roberson dentro da pequena área, mandando para escanteio. Nesse momento, Yago Pikachu marcava o gol da virada do Fortaleza sobre o Bahia, resultado que tirava o Juventude da zona do rebaixamento e colocava os baianos, fazendo a torcida do Ju explodir com o gol. Na sequência, Chico cobrou escanteio e João Victor desvia com a mão. O árbitro de campo não marca, porém verifica no vídeo e revê a decisão, sinalizando pênalti para o Verdão, no momento em que o Jaconi explodia mais uma vez. Chico, o protagonista do primeiro tempo, cobrou no canto esquerdo de Cássio e mandou para as redes, fazendo 1 a 0.

A reta final do jogo foi de sustentação do placar, com o zagueiro Didi entrando no jogo para o Ju conseguir sustentar o marcador. Em confusão com Capixaba, o Corinthians ainda teve o lateral-direito Fágner expulso. No final, os oito minutos de acréscimos elevaram o nível de nervosismo do torcedor do Papo que, enfim, pôde comemorar sua permanência na Série A em 2022.

Ficha Técnica
Juventude 1 x 0 Corinthians
Campeonato Brasileiro Série A - 38ª rodada
Local: Alfredo Jaconi
Data: 09/12/2021

JUVENTUDE
Douglas; Paulo Henrique, Vitor Mendes, Juan Quintero (Roberson, 20'2º), Rafael Forster e Capixaba; Dawhan (Ricardinho, 28'2º), Jadson (Bruninho, 20'2º), Guilherme Castilho (Wescley, int) e Chico; Sorriso. Técnico: Jair Ventura 

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Lucas Piton; Gabriel (Adson, 14'2º), Du Queiroz e Giuliano; Gabriel Pereira, Gustavo Mosquito (Roni, 23'2º) e Jô (Gustavo Mantuan, 14'2º) . Técnico: Sylvinho

Gols: Chico, aos 37 minutos do segundo tempo
Árbitro: Rodolpho Toski Marques, auxiliado por Bruno Boschilia (FIFA) e Ivan Carlos Bohn, e o árbitro de vídeo será Emerson de Almeida Ferreira.
Cartões Amarelos: Gil e Roni (Corinthians)
Cartão Vermelho: Fágner (Corinthians)

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades