Publicidades

27/12/2021 | 21:05 | Esporte

Direção valoriza setor de análise e elogia Medina após acerto: ''Tem muito a oferecer para o Inter''

Técnico uruguaio assinou contrato até o final de 2022

Medina (E) assinou contrato de um ano com o Inter - Inter / Divulgação

Depois de idas e vindas, o Inter oficializou, no começo da noite desta segunda-feira (27), Alexander Medina como novo seu novo treinador, que está no Uruguai. Em Porto Alegre, o vice de futebol Emílio Papaleo Zin e o executivo Paulo Bracks foram os responsáveis por falar sobre o acordo. Bracks destacou a importância do setor de análise do clube na busca pelo substituto de Diego Aguirre e confirmou que a direção também vinha negociando com o português Paulo Sousa. 

— É importante valorizar o nosso corpo técnico. Temos de valorizar o trabalho feito pelo departamento de futebol, com nossos departamentos de scout e mercado. Todos trabalharam para que fizéssemos um estudo aprofundado para essa definição, talvez a mais importante do ano de 2022, que é a do novo técnico —citou e complementou:

— Dessa pesquisa saíram dois nomes e esbarramos em profissionais empregados. A cautela na conversa nos direcionou para o Medina. Fizemos a negociação dentro das possibilidades e ela travou. Esse tipo de negociação não é fácil. Quando houve essa trava, avançamos por um segundo nome, que avançou até uma palavra que nos fez sair do negócio, que é leilão. O Inter não vai entrar em leilão. Então voltamos para o outro alvo e concretizamos a negociação em menos de 72 horas. Mesmo tendo o Natal, trabalhamos e definimos o nome de um  profissional que tem muito a oferecer para o Inter — completou.

Sobre a reformulação do grupo, o executivo colorado revelou que para a próxima temporada o clube irá buscar reforços de maior rodagem. O Inter acredita que esse tipo de jogador é necessário para ajudar no desenvolvimento dos jovens.

—Uma forma de aumentar os ativos do clube é com a contratação de jovens, que podem render frutos no futuro, mas eles não jogam sozinhos. Eles precisam do respaldo de jogadores experientes, o que também contratamos. Dois deles foram o Taison e o Mercado, que ajudaram bastante os mais novos. Os jovens contratados nós temos o entendimento de que o ano deles será agora. Vamos ter de fazer um equilíbrio maior. Precisamos de jogadores com maior experiência. Identificamos isso. Experiência não significa só idade. Significa rodagem. O torcedor verá uma fotografia diferente em 2022 — seguiu.

Chegadas e saídas
Paulo Bracks admitiu a necessidade de contratação de extremas, característica de jogador carente no elenco e que Medina costuma usar em seus times.
"Dentre as lacunas que temos no elenco, existe sim a de extremas. Se houver a possibilidade, faremos mais de uma contratação neste sentido" 

Outras posições
"A gente está satisfeito no gol, na zaga e na meia. Nas outras posições vamos avaliar".

Situação de Edenilson, que interessa ao Atlético-MG e que teria um acordo para redução da multa para saída para clube brasileiro.
"Não há uma situação esclarecida no contrato (a respeito de multa no futebol brasileiro). Ele se apresenta no dia 11 e contamos com ele. Ele é jogador do Inter e tem um contrato longo. Não há nenhuma proposta na mesa"

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades