Publicidades

19/05/2022 | 21:02 | Esporte

Grêmio empata com Criciúma, é vaiado na Arena e segue fora do G-4 da Série B

Tricolor chegou a 12 pontos na tabela, um a menos do que o quarto colocado

André Ávila / Agencia RBS

O Grêmio decepcionou os 10 mil torcedores que enfrentaram o frio para acompanhar a partida contra o Criciúma na Arena. Em noite de pouca inspiração, nem as mudanças táticas de Roger Machado deram resultado e o jogo terminou em 0 a 0 e com vaias. O novo tropeço em casa dá a chance dos adversários pelo G-4 ampliarem vantagem e mantém a tensão nos bastidores do clube nos próximos 10 dias até a disputa da próxima rodada da Série B.

As novidades propostas por Roger Machado alteraram de forma significativa o modelo de jogo da equipe. Com Elkeson e Diego Souza como dupla de ataque, o time buscou com muita frequência o lançamento para os centroavantes e as jogadas pelos lados com Biel e Bitello.

A primeira chegada com perigo veio em combinação do lado direito do time. Villasanti e soltou ao ataque no espaço deixado por Biel e cruzou para Diego Souza. O centroavante dominou o cruzamento no peito, mas acabou perdendo o tempo ideal para a finalização e acertou o marcador. A bola sobrou para Biel, que também chutou em cima de um dos defensores do Criciúma para o ganhar o escanteio aos 6 minutos.

Em sua única chegada no primeiro tempo, o Criciúma não marcou por centímetros. Após chute de fora da área de Bilu, Hygor aproveitou desatenção de Bruno Alves e ganhou a frente do zagueiro gremista. Aos 15 minutos, o atacante da equipe catarinense se atirou em um carrinho, mas não conseguiu desviar a bola,

Em sequência, aos 30, o Grêmio parou duas vezes em Gustavo. Primeiro em finalização de Diego Souza: o centroavante recebeu lançamento de Rodrigues nas costas dos zagueiros do Criciúma, que ficaram pedindo impedimento, e finalizou em cima do goleiro. No rebote, Biel arriscou e o goleiro espalmou para fora da área. 

A última chance da primeira etapa também acabou em desperdício. Diego Souza ganhou no balão de Brenno, Elkeson devolveu para o companheiro de ataque lançar Bitello. O meia gremista chutou fraco e perdeu grande oportunidade com 42 minutos de partida.

As vaias acompanharam o apito de Wilton Pereira Sampaio do final do primeiro tempo. O presidente Romildo Bolzan acabou como alvo do protesto mais forte com palavrões enquanto os jogadores deixavam o campo.

Na volta do intervalo, Diego Souza perdeu boa oportunidade aos sete minutos da segunda etapa. Bitello fez jogada pelo lado esquerdo e rolou para o cruzamento de Nicolas. Diego Souza dominou e chutou prensado contra o marcador. Roger fez suas primeiras trocas para aumentar o poder ofensivo da equipe com as entradas de Campaz e de Sarará nos lugares de Lucas Silva e Rodrigues.

Em cruzamento de Nicolas, Villasanti apareceu de surpresa na área e cabeceou para boa defesa de Gustavo. Elias e Gabriel Silva também foram para o campo para aumentar a capacidade ofensiva do time. 

Gabriel Silva perdeu boa oportunidade aos 35. O meia pegou de primeira o cruzamento de Sarará, mas o chute do jovem gremista passou ao lado da trave. Mudanças que não surtiram o efeito e que não pouparam o time de ouvir novamente as vaias dos torcedores.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades