Publicidades

29/05/2022 | 18:17 | Esporte

Grêmio empata com Vila Nova, chega a quatro jogos sem vencer na Série B e segue de fora do G-4

Próximo desafio do Tricolor será contra o vice-líder Vasco, no Rio, na próxima quinta-feira (2)

Tricolor encarou o Vila Nova fora de casa - HEBER GOMES / AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Grêmio chegou ao quarto jogo sem vitória na Série B. Na tarde deste domingo (29), a mudança de sistema tático de Roger Machado com o uso de três zagueiros não foi suficiente para o Tricolor fazer uma boa partida diante do vice-lanterna Vila Nova, no Serra Dourada. Com um empate por 0 a 0, o clube gaúcho segue de fora do G-4.

O Tricolor voltará a campo na quinta-feira (20), às 20h, para enfrentar o Vasco, em São Januário. Os cariocas estão atualmente em segundo lugar, com 17 pontos, cinco a menos do que o líder Cruzeiro. Quinto, o Grêmio soma 13, dois a menos que o quarto, o Sport.

O técnico Roger Machado confirmou as expectativas e mandou o Grêmio a campo com três zagueiros para enfrentar o Vila Nova. Sem Kannemann, que teve um quadro de gastroenterite, Geromel e Bruno Alves foram acompanhados por Rodrigues na defesa. O Tricolor se posicionou com uma linha de quatro jogadores à frente dos zagueiros. 

Ela era formada por Mateus Sarará, Villasanti, Bitello e Nicolas com Campaz e Biel atuando entre esses quatro jogadores e o centroavante Diego Souza na fase ofensiva. Na fase defensiva, os alas se juntavam aos zagueiros para formar uma linha de cinco atrás e Campaz e Biel ajudavam a marcar as subidas dos laterais do Vila Nova.

A ideia de Roger de ganhar maior ofensividade com essa formação funcionou nos primeiros minutos. Logo aos 50 segundos, Diego Souza obrigou Tony a uma bela defesa em chute cruzado. A bola sobrou para Bitello, que não conseguiu arrematar com precisão. Aos 7 minutos, uma grande chance. Em contra-ataque rápido, Bitello deixou Biel cara a cara com Tony, mas o atacante gremista chutou em cima do goleiro goiano. 

O Grêmio até balançou as redes logo depois com Diego Souza, mas o gol não valeu. O árbitro  Douglas Marques das Flores marcou falta de Villasanti em Rafinha Silva antes do cruzamento para o centroavante. O lance foi avaliado pelo comentarista de arbitragem da Rádio Gaúcha Saimon Bianchini como erro da arbitragem. Bianchini considerou que não houve falta de Villasanti, mas o lance não pôde ser observado pelo VAR porque Marques das Flores apitou antes da finalização de Diego Souza.

Após o início promissor, o Grêmio caiu de desempenho na partida e foi perdendo força ofensiva. A equipe também demonstrava alguns erros no posicionamento defensivo, o que não foi bem aproveitado pelo Vila Nova, que não levou perigo a Brenno nos primeiros 45 minutos. O Tricolor até teve uma boa chance nos acréscimos, quando Rodrigues ganhou por cima em cobrança de escanteio, mas Tony fez a defesa mantendo o 0 a 0 para o intervalo.

Roger voltou para o segundo tempo com uma mudança: Janderson no lugar de Campaz. Mas quem iniciou assustando foi o Vila Nova. Logo na saída do meio-campo, o time mandante fez uma jogada ensaiada e Pablo Dyego saiu cara a cara com Brenno, que fez a defesa. Os goianos ficaram com o rebote e Daniel Amorim teve a chance em cabeçada que só não virou gol porque Bruno Alves salvou quase em cima da linha. 

Roger precisou mexer no time aos 7. Mateus Sarará sentiu lesão e Varela entrou em seu lugar. O Grêmio, porém, encontrou muita dificuldade para criar jogadas. O técnico gremista então partiu para uma nova troca no ataque: Elkeson entrou na vaga de Diego Souza aos 17.

Com os dois times insatisfeitos com o empate, os espaços começaram a aparecer. Aos 22, um ataque perigoso do Vila Nova foi cortado por Geromel e iniciou uma transição rápida dos gaúchos. Janderson acionou Biel, que tocou na medida para Bitello. O meio-campista pegou de primeira e mandou perto do gol de Tony na primeira boa jogada do Grêmio no segundo tempo. Logo depois, Biel recebeu de Jhonata Varela e chutou por cima do gol.

Roger Machado fez as últimas trocas aos 27 minutos desmanchando o sistema com três zagueiros. Elias e Benítez entraram nas vagas de Rodrigues e Biel. O Grêmio se lançou ainda mais ao ataque, o que também deu maior espaço ao Vila Nova. Aos 36, Matheuzinho chutou e, por pouco, Daniel Amorim não conseguiu o desvio com Brenno já batido no lance. Três minutos depois, o goleiro gremista defendeu o chute de Pablo Dyego.

O Vila seguiu levando perigo. Aos 30, uma bola perdida por Benítez quase custou caro. O lance terminou com Daniel Amorim finalizando dentro da pequena área por cima do gol. O crescimento dos mandantes na reta final da partida ficou claro quando Brenno começou a moderar para bater os tiros de meta, já demonstrando satisfação com o empate. 

O novo sistema tático e as mudanças promovidas por Roger Machado não foram suficientes. O Grêmio apenas empatou com o vice-lanterna e segue fora do G-4 da Série B.

SÉRIE B — 9ª RODADA — 29/5/2022

VILA NOVA (0)
Tony; Alex Silva, Renato, Alisson Cassiano (Rafael Donato, 30'/2ºT) e Bruno Collaço; Rafinha (Pedro Bambu, 43’/2ºT), Pablo Roberto (Ralf, 30'/2ºT) e Wagner (Jean Silva, 29'/2ºT); Matheuzinho, Pablo Dyego e Daniel Amorim
Técnico: Dado Cavalcanti

GRÊMIO (0)
Brenno; Rodrigues (Elias, 27’/2ºT), Geromel e Bruno Alves; Mateus Sarará (Jhonata Varela, 7’/2ºT), Villasanti, Bitello e Nicolas; Campaz (Janderson, INT), Diego Souza (Elkeson, 17’/2ºT) e Biel (Benítez, 27’/2ºT)
Técnico: Roger Machado 

CARTÕES AMARELOS: Matheuzinho(V); Geromel, Benítez (G)
ARBITRAGEM: Douglas Marques das Flores, auxiliado por Daniel Ziolli e Fabrini Costa (trio de SP). VAR: Caio Max Vieira (RN)
LOCAL: Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

PRÓXIMO JOGO
QUINTA-FEIRA, 2/6 - 20H
VASCO X GRÊMIO
SÃO JANUÁRIO - SÉRIE B (10ª RODADA)

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades