Publicidades

02/07/2022 | 21:23 | Esporte

Com time reserva, Inter busca empate com o Ceará fora de casa pelo Brasileirão

Time colorado pode terminar a rodada fora do G-4 da competição

Inter teve time reserva no Castelão - Caio Rocha / Zimel Press/Estadão Conteúdo

Inter e Ceará fizeram um jogo mais marcado por reclamações com a arbitragem que por situações de gol na noite deste sábado (2), no Castelão. Uma partida assim não poderia mesmo ter um vencedor e o placar foi de 1 a 1 no encontro válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Lima, de pênalti, abriu o placar para os mandantes e Moisés igualou para o Colorado.

Com um ponto conquistado no Ceará com time reserva, Inter agora vai com tudo para tentar a virada sobre o Colo-Colo na terça-feira pelas oitavas de final da Sul-Americana. Depois de ter sofrido 2 a 0 no Chile, o Colorado precisa vencer por, pelo menos, três gols de diferença no Beira-Rio para garantir a classificação no tempo normal.

Com o confronto com o Colo-Colo como prioridade, Mano Menezes mandou o Inter ao gramado do Castelão com reservas e novidades. A principal delas foi a presença de Thauan Lara como um homem adiantado já que Moisés foi escalado como lateral-esquerdo. Caio Vidal e Wesley Moraes, que vinham ficando fora até mesmo da lista relacionados em algumas partidas, foram titulares no setor ofensivo. 

Após ter sido ausência no Chile por sintomas gripais, Taison voltou a iniciar uma partida fazendo a função que no time titular costuma ser de Alan Patrick. Também envolvido na Sul-Americana, o Ceará adotou uma estratégia de mesclar a equipe. Seis jogadores que foram titulares contra o The Strongest, na Bolívia, iniciaram a partida.

O Inter iniciou o jogo assustando a torcida alvinegra no Castelão. Com apenas 16 segundos, a zaga cortou mal um passe de Taison e Wesley Moraes teve a chance, mas acabou escorregando na hora da finalização. O susto acordou o Ceará que reagiu apostando em cruzamentos para a área colorada.

Quando a partida parecia voltar para o controle do Inter, Heitor repetiu um erro semelhantes ao cometido diante do Colo-Colo na terça-feira. O lateral deixou a bola quicar e perdeu uma disputada para Yuri Castilho, que invadiu a área e  dividiu a bola com o goleiro Keiller. Próximo do lance, o árbitro Rodolpho Toski Marques marcou pênalti, que acabou confirmado pelo VAR. Lima bateu com precisão para abrir o placar.

O Inter teve poder de reação. Aos 21, após falta sofrida por Thauan Lara, Taison cobrou com precisão para Moisés. O lateral apareceu como se fosse um centroavante para testar e empatar a partida: 1 a 1.

O empate não fez o Inter diminuir o ímpeto ofensivo. Aos 24, o zagueiro Kaique Rocha chutou de fora da área e Vinícius Machado defendeu. Cinco minutos  depois, Caio Vidal bateu cruzado e mandou perto.

O jogo era nervoso com as duas equipes reclamando bastante da arbitragem e com trocas de empurrões após disputas mais fortes. Perto do intervalo, o Ceará voltou a levar perigo em duas jogadas que Rodrigo Moledo acabou batido. Na primeira, Yuri Castilho deu um lençol no zagueiro colorado e chutou para a defesa parcial de Keiller. Na sequência, Zé Roberto ganhou de Moledo pelo alto e cabeceou por cima na última jogada perigosa da primeira etapa.

Depois de um primeiro tempo movimentado e tenso, os dois times voltaram sem mudanças do intervalo. O Ceará tentou pressionar nos primeiros minutos, mas  o Inter conseguiu mostrar sua força. Aos 4, uma confusão na área teve o goleiro Vinícius Machado salvando uma bola que tinha Moledo e Wesley Moraes dentro da pequena área para finalizar.  

Aos 12, Mano fez a primeira troca no Inter. Matheus Cadorini entrou no lugar de Wesley Moraes, que até apareceu bem na construção de jogadas, mas novamente ficou devendo nas finalizações. 

Quem finalizou bem foi Yuri Castilhos. Aos 21 minutos, ele subiu antes de Moledo e cabeceou para as redes. A sorte colorada foi que o VAR mostrou que ele estava impedido mantendo o empate no Castelão. 

Mano Menezes, então, mexeu mais duas vezes aos 25. O titular Gabriel e o garoto Estêvão foram chamados para os lugares de Johnny e Thauan Lara.

Nesse momento do jogo, o Ceará se expunha cada vez mais em busca de sua primeira vitória em casa neste Brasileirão. Marquinhos Santos fez duas trocas depois dos 30 minutos tornando ganhar maior presença ofensiva com as entradas de Dentinho e Matheus Peixoto, mas a partida era mesmo mais de reclamação que construção de jogadas. Em uma dessas confusões, Matheus Cadorini acabou expulso nos minutos finais.

Em um jogo assim, Ceará e Inter empataram por 1 a 1 e irão no meio da semana decidir suas vidas na Sul-Americana. Os nordestinos em situação muito melhor por terem vencido na Bolívia. Já os gaúchos precisão da virada diante do Colo-Colo para seguir no sonho de um título continental nesta temporada.

FICHA TÉCNICA

Brasileirão
15ª rodada — 2/7/2022

CEARÁ
Vinícius Machado; Nino Paraíba, Messias, Gabriel Lacerda e Victor Luiz; Richardson (Geovane, 45’/2ºT); Erick (Kelvyn, 30’/1ºT, depois Dentinho,33’/2ºT), Richard, Lima (João Victor, 45’/2ºT) e Yury Castilho; Zé Roberto (Matheus Peixoto, 33’/2ºT). Técnico: Marquinhos Santos.

INTER
Keiller; Heitor, Kaique Rocha, Moledo e Moisés (Mercado, 38’/2T); Johnny (Gabriel, 25’/2ºT) e Liziero; Caio Vidal, Taison (Maurício, 38’/2T) e Thauan Lara (Estêvão, 25’/2ºT); Wesley Moraes (Matheus Cadorini, 12’/2ºT). Técnico: Mano Menezes. 

Local: Arena Castelão, em Fortaleza.
ARBITRAGEM: Rodolpho Toski Marques (Fifa), auxiliado por Ivan Carlos Bohn e Victor. Hugo Imazu dos Santos. VAR: Adriano Milczvski (quarteto paranaense).
GOLS: Lima, aos 19min, Moisés (I), aos 23min do 1º tempo (C).  
CARTÕES AMARELOS: Richardson, Richard Coelho, Yury Castilho, Nino Paraíba (C); Moisés, Taison, Heitor (I).  
CARTÃO VERMELHO: Matheus Cadorini (I).

PRÓXIMO JOGO
Terça-feira, 5/7 – 21h30min

Inter x Colo-Colo
Beira-Rio - Sul-Americana (oitavas de final, volta)

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades