Publicidades

10/02/2015 | 11:11 | Política

Rosane de Oliveira: Sartori usa helicóptero em compromisso não oficial

Episódio mostra a contradição entre o discurso e a prática do governador

Foto: Divulgação / Divulgação

Ilegal não é, mas chama atenção pela contradição entre o discurso de austeridade e a prática: minutos após pregar união para enfrentar a crise financeira, na abertura da colheita do arroz, sábado, em Tapes, o governador José Ivo Sartori embarcou em um helicóptero da Uniair rumo ao Litoral Norte, mesmo sem ter compromissos oficiais na agenda. Conforme o Palácio Piratini, o custo da viagem — incluindo o percurso de cerca de cem quilômetros entre Porto Alegre e Tapes — foi de R$ 13 mil.
De Tapes, Sartori seguiu de helicóptero para Capão da Canoa. Desembarcou no Centro de Formação Aeropolicial e partiu para Xangri-Lá, onde participou da feijoada de aniversário do vereador de Porto Alegre Idenir Cecchim (PMDB). Na comitiva, também estavam o presidente da Assembleia, Edson Brum (PMDB), e o secretário da Segurança, Wantuir Jacini, que acompanharam Sartori na feijoada.
O Piratini informou que o governador optou por viajar de helicóptero, e não de carro, para chegar ao compromisso "mais rápido". Depois da parada em Xangri-Lá, Sartori percorreu cerca de 70 quilômetros, de carro, até Torres, para descansar ao lado da família. O retorno para Porto Alegre, segundo a assessoria, foi de automóvel.

Fonte: Zero Hora

Mais notícias desta categoria

Publicidades