Logomarca Paulo Marques Notícias

09/12/2023 | 05:07 | Polícia

Polícia Civil apreende R$ 19.000,00 em produtos ilegais e prende dois suspeitos em São Borja

Dois homens foram autuados em flagrante e irão responder pelos crimes de descaminho, contrabando, poluição do meio ambiente e crime contra as relações de consumo.

Dois homens foram autuados em flagrante e irão responder pelos crimes de descaminho, contrabando, poluição do meio ambiente e crime contra as relações de consumo.
Polícia Civil / Divulgação

A Polícia Civil, por meio da 1ª DP e DPPA de São Borja, em conjunto com o efetivo da Operação Hórus, realizou o cumprimento de dois mandados de busca que levaram à apreensão de aproximadamente R$ 19.000,00 (dezenove mil reais) em produtos ilegais e outros objetos. A ação ocorreu como resultado de investigações sobre crimes de receptação no Bairro Paraboi, em São Borja.

Durante as diligências, os agentes encontraram dezenas de litros de gasolina, além de uma grande quantidade de carnes, bebidas, produtos de limpeza e outros itens, todos de origem argentina. Ficou comprovado que esses produtos eram armazenados e comercializados na residência dos suspeitos. Além disso, outros objetos sem comprovação de origem e que estão relacionados à investigação também foram apreendidos.

Dois homens foram autuados em flagrante e irão responder pelos crimes de descaminho, contrabando, poluição do meio ambiente e crime contra as relações de consumo. Após passarem pelos procedimentos legais, os indivíduos foram conduzidos ao Presídio Estadual de São Borja, onde permanecerão à disposição da Justiça.

É importante ressaltar que a importação e comercialização ilegal de produtos trazem riscos à saúde da população, que fica exposta ao consumo de mercadorias sem procedência conhecida. Além disso, essas práticas prejudicam a economia local, já que empresas legalizadas pagam tributos e geram empregos. Da mesma forma, o armazenamento de substâncias tóxicas e nocivas à saúde, como a gasolina, representa um alto risco de contaminação ao meio ambiente, bem como de incêndios e explosões nas residências vizinhas.

Fonte: Polícia Civil
Mais notícias sobre POLÍCIA