Publicidades

25/07/2015 | 21:48 | Praia Notícias | Esporte

Avaí perde pênalti no minuto final e é derrotado pelo Atlético-PR

Leão tem um aproveitamento de apenas 37,5% jogando na Ressacada na Série A

Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

Desde 1983, a Ressacada é palco de importantes conquistas do Avaí. A casa azurra sempre foi uma fortaleza para equipe e jogar nela significava para o time adversário uma complicada missão. Porém, no Campeonato Brasileiro de 2015, o Leão está irreconhecível dentro de seu estádio. Neste sábado, os avaianos desperdiçaram mais uma chance de vencer na Ressacada. Contra o Atlético-PR, o Avaí foi derrotado por 2 a 1, e poderia ter conseguido o empate no final da partida, porém, Juninho perdeu um pênalti aos 47 minutos do segundo tempo. 
Em oito partidas na Ressacada, o Leão fez nove pontos dos 24 possíveis. O aproveitamento de 37,5% jogando em Florianópolis está longe do que o Avaí conseguia em outras competições em casa. 
A derrota machucou o torcedor avaiano que deixou o estádio com a sensação de que o resultado poderia ter sido diferente. Isso porque o time criou mais chances durante tudo o primeiro tempo, porém aos 42 minutos Marcos Guilherme tabelou na frente da área e sai na cara de Vagner para dar apenas um toque e marcar o primeiro. 
O gol fez o Leão ser ainda mais ofensivo no segundo tempo, mas as chances ao invés de aumentarem, diminuíram. Isso irritou o torcedor, até que Rômulo empatou o jogo aos 38 minutos da segunda etapa. 
O tento dava nova esperança ao Leão e por causa disso foi ainda mais para frente, um pouco desorganizado. Assim, no contra-ataque Marcos Guilherme marcou seu segundo gol aos 44 minutos. Tinha torcedores deixando o estádio quando o árbitro marcou pênalti em cima de Roberto, que foi derrubado por Kadu. Para a estranheza dos avaianos, André Lima não foi o cobrador da penalidade. Juninho que tinha deixado o banco de reservas pegou a bola e cobrou para a defesa de Wéverton, deixando muitos avaianos irritados ao apito final. 
Agora, o Leão tem oito jogos na Ressacada com três derrotas, três empates e apenas duas vitórias.

Fonte: Diário Catarinense

Mais notícias desta categoria

Publicidades